Cultura

Promotores dos PALOP analisam circuito musical

Os artitas e promotes culturais Kalaf Epalanga (ex-Buraka Som Sistema), Paulo Chibanga (produtor do Azgo Festival de Maputo), Dama do Bling (Moçambique) e Buruntuma (Guiné-Biasau), entre outros promotores musicais africanos, participam na cidade da Praia, em Cabo Verde, num programa de intercâmbio musical com a Alemanha.

 
O encontro, que teve início na semana passada, decorre no Palácio da Cultura Ildo Lobo, analisa a promoção da música urbana e electrónica e está integrado no “Atlantic Music Expo”.
Avaliar o circuito de produção musical e a divulgação por agentes de países africanos de língua oficial portuguesa (PALOP), nomeadamente Angola, Cabo Verde, Guiné-Bissau, Moçambique e São Tomé e Príncipe, é também um dos objectivos do encontro.
De Cabo Verde, participam Ceuzany, Hélio Batalha, Alberto Koening, Fattú Djakité, Batchart, Rapaz 100 Juiz, Nissah Barbosa e Dino d’Santiago.
Para Christine Semba, da Piranha Arts e Womex e responsável máxima do projecto, trata-se de uma oportunidade de internacionalização para os artistas lusófonos dado o espaço que a música urbana e electrónica com origem na África lusófona tem conquistado na Alemanha.
Nos seis dias do evento, decorre um seminário com os artistas participantes, para troca de experiências e colaborações ao vivo e gravação de demos. Mesas redondas e conferências, exibição de documentários e actuações ao vivo completam o programa.
“Recebi o convite e estou muito satisfeita de aqui estar. Acredito que é uma oportunidade de trocar experiências, aprender, conhecer o trabalho dos outros e mostrar o nosso”, disse, ao Expresso das Ilhas, Fattú Djakité, que aproveita o encontro para contactos tendo em vista futuros palcos para partilha do novo trabalho que conta lançar este ano.
Este encontro na Praia é apenas o primeiro momento do projecto “LusAfro”. Em Julho, o projecto continua durante o “Odyssee Festival”, uma feira musical na Alemanha e, mais perto do final do ano, uma série de concertos em Berlim.
Alguns dos artistas que participam agora no encontro de Praia vão ser seleccionados para estes dois eventos.
 As actividades culminam com um concerto ao vivo de todos os artistas presentes, durante a primeira noite do Atlantic Music Expo (AME), aberto ontem, e que se estende até quinta-feira, na cidade caboverdiana da Praia.

Tempo

Multimédia