Cultura

Província do Bengo acolhe Conselho Consultivo da Cultura

Pedro Bica | Caxito

O sétimo Conselho Consultivo Alargado do Ministério da Cultura começa segunda-feira (27), no auditório General Foguetão, em Caxito, tendo em agenda a promoção de uma reflexão em torno das artes e da cultura angolana.

Programas artísticos, actividades culturais e decretos são analisados em Caxito a partir de segunda-feira
Fotografia: Edições Novembro

Durante dois dias os participantes vão discutir o Plano de Desenvolvimento Nacional 2018/2022 para o sector da Cultura, e a sua implementação, bem como a valorização e dinamização do património histórico-cultural, e a diplomacia cultural.

O vai ser presidido pela titular da Cultura, Carolina Cerqueira, com a participação de várias entidades, entre as quais a governadora provincial do Bengo, Mara Quiosa.

Consta ainda da agenda uma análise sobre o fomento da arte e das indústrias culturais e criativas, programas culturais provinciais, municipais e locais, e assuntos religiosos.

Entre outros documentos, o decreto presidencial que aprova o regime de atribuição de apoios financeiros às artes e o novo estatuto orgânico do Ministério da Cultura.

As discussões são abrangentes ao Festival Internacional do Kongo "FestiKongo", a Bienal de Luanda-Fórum Pan-africano para Cultura da Paz, bem como a implementação do Direito do Autor versus arrecadação de receitas.

Durante a estadia em Caxito, os participantes vão visitar a barragem das Mabubas, a Turi-Agro e a zona turística do Açude, que há muito clama por reabilitação.

A província do Bengo, cuja capital é a vila de Caxito, no município de Dande, possui uma extensão territorial de 31.371 quilómetros quadrados, e tem seis municípios, designadamente Ambriz, Bula Atumba, Dande, Dembos, Nambuangongo e Pango Aluquém.

Tempo

Multimédia