Cultura

Quinteto sanfónico brasileiro dá espectáculo na Fortaleza

Mário Cohen

O quinteto sanfónico brasileiro (de sanfona, instrumento popular de cordas) Targino Gondim promove amanhã, às 17 horas, um espectáculo musical denominado “Festa-Show”, no Museu Militar, inserido nas festividades dos 196 anos da Independência do Brasil, assinalado ontem.

Fotografia: DR

O convívio “Arraiá Bem Brasil”, que já vai na sua segunda edição, tem como objectivo proporcionar aos angolanos um ambiente semelhante ao do São João, um festejo tradicional do Nordeste brasileiro com música e comida, assim como animar a pequena comunidade brasileira, segunda a directora da Associação de Empresários e Executivos Brasileiros em Angola (AEBRAN).
Arlete Holmes Lins revelou que um dos objectivos do espectáculo é criar um ambiente familiar que comprove que Angola e Brasil são países irmãos desde longa data, com troca de experiência cultural. Enquanto existir este laço de cooperação entre os dois povos, disse, a AEBRAN vai promover a cultura brasileira em território nacional, com a vinda de músicos com maior referência no Brasil. 
Targino Gondim, líder do quinteto sanfónico, convidado especial do “Arraiá Bem Brasil”, disse ser uma honra cantar em Angola porque os luandenses são hospitaleiros. Exímio executante de sanfona, intérprete e compositor, Targino Gondim é o criador do Festival Internacional da Sanfona.
O músico brasileiro venceu um Grammy de música brasileira. A premiada canção “Esperando na Janela” tem uma versão de Gilberto Gil incluída na banda sonora da longa-metragem “Eu, tu eles”, que deu um impulso à sua carreira musical.

Tempo

Multimédia