Quotidiano em exposição

Manuel Albano |
17 de Setembro, 2015

Fotografia: Albano Cardoso

“Alone in Color” é o título da exposição individual de Albano Cardoso inaugurada hoje, às 18h30, na União Nacional dos Artistas e Compositores (UNAP), em Luanda.

A exposição de pintura, disse ontem o artista ao Jornal de Angola, tem como inspiração a diversidade e riqueza da cultura, assim como os hábitos e vivências dos angolanos, em várias regiões do país.
A mostra fica aberta ao público até ao próximo dia 31de Setembro, traz “uma combinação de cores, enaltecendo os aspectos identitários da cultural nacional e a interacção entre as pessoas e suas tradições”.
O artista disse que criou a exposição sem intenções de abordar temas polémicos, por reconhecer os esforços empreendidos pelo Executivo, para continuar a melhorar as condições de vida das populações. “Procurei não falar de dor, sofrimento ou angústias, por acreditar na capacidade dos angolanos superarem as dificuldades, por serem um povo batalhador”, salientou.
O pintor e fotógrafo pretende continuar a realizar trabalhos com base em acrílico sobre tela. “Nos últimos dez anos tenho trabalhado mais em projectos que mostram a complexidade da existência humana”, disse.
Albano Cardoso defendeu a importância da dinamização das artes plásticas e o incentivo dos seus criadores, por ser também uma forma de promover, preservar e divulgar a cultura angolana no país e no estrangeiro.
À margem da exposição, o artista Albano Cardoso divulga o livro de fotografia “Sob vigilância”, com imagens, cenários, lugares, sítios e várias actividades sociais do país.
“Cada fotografia é um motivo de reflexão, conversa e diálogo. Conseguimo-nos rever nos retratos, por trazer diversos elementos culturais que nos identificam”, destacou o artista.

capa do dia

Get Adobe Flash player




ARTIGOS

MULTIMÉDIA