Rafa Benítez elogia Ronaldo


4 de Agosto, 2015

O treinador do Real Madrid, Rafa Benítez, teceu ontem rasgados elogios a Cristiano Ronaldo. “Quer ganhar qualquer jogo, mesmo os jogos menos importantes. É um grande profissional. Estou encantado por trabalhar com ele.”

Em declarações numa conferência de imprensa conjunta de treinadores no âmbito da Audi Cup, Benítez falou sobre as possíveis mexidas no plantel merengue para a época 2015/16. “Já disse que o (Real) Madrid contratou alguns jogadores mas tem um grande plantel. O meu objectivo é melhorá-lo para sermos tão competitivos como temos sido.”
Sobre Gareth Bale, que pode estar na rota do Manchester United, o técnico espanhol recusou falar sobre ofertas, mas garantiu que conta com o galês: “Sei que quer jogar bem e está feliz. Vai fazer uma boa época, de certeza”, disse antes de evitar falar sobre o guarda-redes De Gea, que poderá fazer o caminho inverso de Bale.
O Real Madrid joga hoje às 17h15 frente ao Tottenham, para a Audi Cup, na Alemanha. Na competição vão ainda marcar presença Bayern Munique e Milan.
Recorde-se que Cristiano Ronaldo, a contas com uma lombalgia, vai ser poupado. O avançado falha os próximos dois jogos de pré-temporada do Real Madrid, ambos na Audi Cup, devido a problemas físicos, anunciou ontem o clube espanhol. De acordo com os “merengues”, o avançado luso sofreu uma lombalgia no treino de ontem e ficou de fora da lista dos 24 jogadores que viajaram até Munique.
Além de Ronaldo, o francês Karim Benzema está igualmente ausente das opções do treinador Rafael Benitez, devido a problemas musculares, assim como o português Fábio Coentrão, que, de acordo com a imprensa desportiva, deverá estar de saída do clube da capital espanhola. Na Audi Cup, participam também os alemães do Bayern Munique e os italianos do AC Milan.
Vencedor de três Bolas de Ouro, as duas últimas de forma consecutiva, Ronaldo deu os primeiros passos como qualquer outro jovem que aprecia futebol: a jogar apenas para se divertir. Só mais tarde, o internacional português começou a pensar em ser jogador profissional.
“Jogava simplesmente para desfrutar, mas no início nunca pensei que tivesse talento para ser profissional e que iria ser profissional. Mas, três ou quatro anos depois, comecei a pensar que queria jogar ali e acolá. Via os jogos, os mundiais e foi ali que comecei a sonhar”, contou Cristiano Ronaldo, que não se esquece da forma como o seu pai o encorajou a jogar futebol.

capa do dia

Get Adobe Flash player




ARTIGOS

MULTIMÉDIA