Recital de poesia no Burako


2 de Agosto, 2016

Fotografia: Paulino Damião

Um recital de poesia e sonoridade de kisanji é apresentado hoje, às 20h00, pelo poeta José Luís Mendonça acompanhado pelo instrumentista Makuma Mambu, no espaço Burako da Floresta, no Quinaxixe, em Luanda.

Makuma Mambo é pseudónimo de António Simão Afonso Buelusolele, tocador de kisanji, cuja arte aprendeu com o seu pai, além de outros instrumentos tradicionais, como o batuque, o “nkoko” e a “sakaya”.
Designado “Kisanji & Poesia”, durante o recital José Luís Mendonça vai declamar poemas da sua autoria, cuja surpresa “são os inéditos que configuram o “verso novo” do poeta, num discurso menos hermético e mais pragmático”.
José Luís Mendonça foi galardoado, em 2015, com o Prémio Nacional de Cultura e Artes, na vertente da Literatura. Entre os poemas, “eróticos, solidários e poesia da alma”, esclarece a nota de impensa, dando ênfase a um recital que retoma as origens clássicas da poesia que, no tempo dos gregos, era acompanhada pela lira, um instrumento de cordas.
“Kisanji & Poesia” vai ser um espaço para divulgação da poesia e resgate da música patrimonial angolana, particularmente a música instrumental tradicional. Entre outros objectivos, visa promover hábitos da leitura, levando poesia ao público, tirar a poesia dos livros e levá-la para as salas de espectáculos, de forma a divulgá-la de viva voz para mostrar a sua força e vitalidade.
Durante o espectáculo, Helder Simbad, jovem ensaísta e poeta do Movimento “Litteragris” de Viana, apresenta o seu trabalho “Do Spoken Word ao Conceito de Poesia Dita - Da Poesia Dita à Poesia Strictu Sensu”. Helder Simbad é estudante do 4º ano do curso de Línguas, Tradução e Administração na Universidade Católica de Angola.

capa do dia

Get Adobe Flash player




ARTIGOS

MULTIMÉDIA