Rede bibliotecária pública perspectiva nova dinâmica

Manuel Albano
7 de Outubro, 2014

Fotografia: Domingos Cadência

O Ministério da Cultura está a trabalhar na dinamização e consolidação do programa da rede nacional de bibliotecas públicas, de modo a criar mais interesse nos estudantes e pesquisadores, disse o director da Biblioteca Nacional.

João Pedro Lourenço explicou ao Jornal de Angola que o programa de divulgação da rede nacional de bibliotecas públicas visa essencialmente divulgar, de forma mais activa, o acervo bibliográfico existente nas várias bibliotecas do país.
O programa é extensivo a todo o país, mas vai ser dar uma particular à Biblioteca Municipal de Luanda, devido ao seu valor simbólico.
A referida biblioteca, que funciona no edifício do Governo Provincial de Luanda, tem uma história própria, por ser uma das mais antigas do continente africano e o seu valor documental precisa de ser mais divulgados. “Os conteúdos do acervo dessa instituição têm um valor que já não é encontrado em nenhuma outra do país”, acrescentou.
O programa de divulgação da rede nacional de bibliotecas públicas está também enquadrado nas políticas de divulgação do livro e da leitura. “É um programa que também vai ajudar a criar mais espaço de interacção e pesquisa sobre a História de Angola e as suas figuras”, esclareceu.
O Ministério da Cultura, referiu, está a trabalhar na aprovação do estatuto do bibliotecário em Angola, para dar mais visibilidade à actividade feita pelos quadros qualificados. 
O objectivo é, ainda, regular, divulgar e informar a existência dos espaços bibliotecários, como locais próprios para leituras e consultas. “Algumas pessoas ainda têm a ideia de que as bibliotecas são locais enfadonhos, por isso queremos mudar o quadro”, rematou.

capa do dia

Get Adobe Flash player




ARTIGOS

MULTIMÉDIA