Reforçada a rede de bibliotecas públicas

Venâncio Víctor | Malanje
6 de Agosto, 2016

Fotografia: Eduardo Cunha | Malanje

A rede de bibliotecas públicas do país passou a estar mais reforçada desde quinta-feira, com a inauguração, pela ministra da Cultura, Carolina Cerqueira, da Biblioteca Provincial de Malanje “Rainha Nzinga”, com um acervo bibliográfico de mil obras literárias e científicas de autores nacionais e  internacionais.

A Biblioteca Provincial de Malanje, cuja cerimónia de inauguração foi presenciada pelo governador local Norberto dos Santos “Kwata Kanawa”, por distintos secretários de Estado e por quadros do sector da Cultura, é um investimento que se enquadra no âmbito da construção de equipamentos sociais e culturais constantes do Plano Nacional de Desenvolvimento (PND) 2013-2017.
Ao intervir no acto, o secretário de Estado da Construção, Euclides Carvalho, frisou que a infra-estrutura inaugurada, na quinta-feira, integra a rede de bibliotecas públicas do país, acrescentando que se trata de um acontecimento de suma importância pelo papel que as bibliotecas jogam na divulgação do conhecimento, bem como para a formação de uma base sólida de desenvolvimento cultural.
Euclides Carvalho sublinhou que a inauguração da biblioteca “Rainha Nzinga”  está assente nas bases do desenvolvimento cultural e da promoção de conhecimentos científicos orientados nos esforços do Executivo angolano, como sendo um dos meios para reduzir as assimetrias promovendo o desenvolvimento intelectual da sociedade e o bem-estar das populações.
Ao fazer menção a uma máxima do fundador da nação, António  Agostinho Neto, segundo a qual “Um país faz-se com homens e livros”, o governante argumentou que construir um país não significa apenas apostar nas infra-estruturas económicas e sociais, no caso, pontes e estradas, mas também no aumento do conhecimento técnico, científico e cultural dos homens para que esses se considerem dignos e úteis à sociedade.
“Esperamos que, com a sua inauguração, se multipliquem as vantagens de incentivo à leitura nas escolas, universidades e sociedade em geral, para que os cidadãos desfrutem dos benefícios e prazeres que a literatura proporciona ao ser humano”, disse o secretário de Estado da Construção.
A cerimónia de inauguração da Biblioteca Provincial de Malanje foi marcada pela realização de uma concorrida palestra subordinada ao tema “Memórias colectivas e papel das bibliotecas”, proferida pelo docente universitário e técnico do Ministério da Cultura, Paulo de Carvalho.
Na sua dissertação, Paulo de Carvalho disse que a memória colectiva e a promoção da leitura são duas matérias muito desafiadoras para o sector da cultura e que têm a ver com preservação da identidade, enquanto angolanos e africanos.
Segundo o orador, os quadros de referência estão também relacionados à memória colectiva, tendo referido ainda que esta tem a ver com experiências vividas e que deve envolver uma certa comunidade, se for tido em conta que a questão da identidade se relaciona com o sentimento de pertença do meio em que se está inserido. “A memória é algo social”, disse, “pois tudo o que pensamos e recordamos tem a ver sempre com alguma colectividade” que resulta do contacto com a natureza.
Paulo de Carvalho dissertou também sobre o tema “A importância das bibliotecas na promoção da leitura e dos valores culturais da angolanidade”, tendo adiantado que a biblioteca deve ser mais do que um depósito de livros e demais material bibliográfico e que as modernas não esperam pelo público, vão ao encontro do leitor. “Cada biblioteca tem de criar programas para promoção da leitura. A visão moderna de biblioteca exige que ela se transforme em algo mais que um depósito de livros, num instrumento de preservação e de difusão das memórias colectivas”, disse o palestrante.
Uma feira de livros de escritores nacionais e internacionais, objectos de artesanato e outros utensílios que caracterizam os traços culturais do povo angolano foi realizada, quinta-feira, nas instalações da Biblioteca Provincial de Malanje.

capa do dia

Get Adobe Flash player




ARTIGOS

MULTIMÉDIA