Reforçada cooperação com Moçambique


30 de Agosto, 2016

Fotografia: Venceslau Mateus

Angola e Moçambique manifestaram, no domingo, na cidade da Beira, a vontade de incrementar a cooperação cultural entre ambos os países, disse, em comunicado, a Embaixada angolana em Maputo.

Esta vontade foi expressa durante um encontro de trabalho entre o ministro da Cultura e Turismo de Moçambique, Silva Armando Dunduro, e o secretário de Estado da Cultura de Angola, Cornélio Caley, à margem do IX Festival Nacional da Cultura de Moçambique, que decorreu de 24 a 28 de Agosto na cidade da Beira, capital da província de Sofala.
Durante o encontro, Cornélio Caley, em nome do Governo de Angola, felicitou o Governo de Moçambique pela realização do IX Festival Nacional da Cultura, que considerou “uma experiência muito positiva”, pois, acrescentou, “é uma realização bienal abrangente, bem conseguida, que enfrenta os desafios da multiculturalidade do país, envolvendo as culturas locais para a afirmação da moçambicanidade”.
Na sua intervenção, Cornélio Caley solicitou o apoio de Moçambique para o projecto “Mbanza Congo cidade a desenterrar”, a ser apresentado no próximo ano na UNESCO. O ministro da Cultura e Turismo de Moçambique, Silva Armando Dunduro, agradeceu a presença de Angola no IX Festival Nacional da Cultura de Moçambique e manifestou o interesse do seu país em melhorar a cooperação e as relações culturais entre os dois países.
“O vosso projecto “Mbanza Congo”, enquanto um bem material e imaterial importante, é um património de interesse africano”, disse o ministro moçambicano, para acrescentar: “Por isso, estamos comprometidos­­  ou existe uma cumplicidade do nosso lado. Contem com o nosso apoio na UNESCO.”
O ministro da Cultura e Turismo de Moçambique, Silva Armando Dunduro, convidou o Ministério da Cultura de Angola a participar da Primeira Feira Nacional de Artesanato de Moçambique e a 3ª Conferência Internacional da Cultura, no próximo ano. No quadro da representação da SADC, o ministro da Cultura e Turismo de Moçambique disse que o sector da cultura, pela sua transversalidade, devia ter um técnico a trabalhar no Secretariado Executivo do Órgão Coordenador da Região, que respondesse pelas questões da cultura.
“Não existe um interlocutor para responder e falar da cultura a este nível”, lamentou. Sobre o assunto, o secretário de Estado da Cultura encorajou o seu interlocutor a apresentar uma proposta que Angola pode apoiar. No final dos festejos do IX Festival Nacional de Cultura que teve lugar no estádio do Clube Ferroviário da Beira, a delegação angolana recebeu das mãos do primeiro-ministro de Moçambique, Carlos Agostinho do Rosário, um troféu e três medalhas, uma para cada membro da delegação, simbolizando a amizade e irmandade entre os dois países.
O primeiro-ministro de Moçambique anunciou que a próxima edição do Festival Nacional da Cultura de Moçambique tem lugar em 2018, na província do Niassa.

capa do dia

Get Adobe Flash player




ARTIGOS

MULTIMÉDIA