Relações conjugais no palco do auditório Odeth Tavares

Roque Silva |
9 de Agosto, 2014

Fotografia: Cedida pelo grupo

O colectivo de teatro Ekuikui II exibe hoje às 20h00, no auditório do Colégio Odeth Tavares, no bairro São Paulo, em Luanda, a comédia romântica “Um botão e duas casas”.

O espectáculo, inserido na segunda temporada de teatro de beneficência, aborda a situação das relações conjugais numa sociedade moderna, a partir de diversos pontos de vista.
Com a duração de 45 minutos, a peça gravita em torno da bigamia praticada por António, que vive com duas cônjuges, Madó e Matilde, e é incansavelmente importunado pelo vizinho, Man Ribas, que tenta a todo o custo conquistar uma das companheiras do bígamo.
Celina Coluna, responsável do grupo, adiantou que o mesmo tenta com esta peça mostrar os contratempos que as mulheres enfrentam ao dividirem o afecto do mesmo parceiro. O grupo Ekuikui II existe há dois anos e tem ainda as peças “O kudurista” e “Briga de casais”.

“Sacrifício Empírico”

“Sacrifício Empírico” é o título do drama que o grupo de teatro Nlongui Tato apresenta amanhã, à mesma hora e local. O drama aborda duas diferentes histórias que retratam o sofrimento de pessoas que procuram recuperar os haveres perdidos.
A primeira parte da peça retrata a vida de Magda, de 30 anos, que se dedica à prostituição depois de ser abandonada pelo marido. Sem profissão e com dificuldades para encontrar emprego, Magda vê a prostituição como o subterfúgio para o seu sustento. Infelizmente a jovem engravida e, por coincidência, o marido regressa a casa. A segunda história retrata o namoro de Jaime e Esbelta que decidem ter envolvimento sexual apenas após o casamento. Fundado em 2008, na Igreja Católica Nossa Senhora de Fátima, o Nlongui Tato tem entre outros espectáculos de teatro “O Catastrófico”, “Filhos da Treva” e “Sofrimento da Criança”.
A segunda temporada de teatro de beneficência teve início a 26 de Julho e prolonga-se até 30 deste mês, numa iniciativa do grupo Odeth Tavares, com o apoio do Ministério da Cultura e Henrique Artes.
Participam os grupos EK, GM Teatro, Formigas do Futuro da ADPP, Roseira Teatro, Artes Yetu, Jovens Renovadores, Geração Recente, Vozes do Cazenga, Nguido Zeto, Sangulukenu, Twana Twangola, Anangola, Izua Ioso, N’samuni Teatro e Estrelas ao palco.
Além dos espectáculos, os actores dos diversos participam, aos domingos, a partir das 14h00,  num seminários sobre técinas de teatros, sob orientação dos responsáveis dos grupo participantes na temporada de teatro de beneficência.

capa do dia

Get Adobe Flash player




ARTIGOS

MULTIMÉDIA