Renovação da direcção para aproximar actores

Manuel Albano |
3 de Dezembro, 2014

Fotografia: Divulgação |

Solange Feijó, actriz que faz parte da comissão revitalizadora da Associação Angolana de Teatro, disse ontem, em Luanda, que é importante uma maior união entre os grupos.

Em declarações ao Jornal de Angola, explicou que a assembleia de renovação de mandato da associação, marcada para o dia 13, no auditório da Universidade Independente de Angola (UIA), no Morro Bento, visa dar mais visibilidade às actividades promovidas pelos grupos e defender os interesse dos associados.
O objectivo é criar uma associação que consiga levar ao público os resultados do trabalho dos grupos em benefício da afirmação, divulgação e preservação do teatro.
O teatro angolano está a conquistar o seu espaço no país e no mercado internacional, mas precisa de mais organização, para poder acompanhar a dinâmica do crescimento das artes no país, disse Solange Feijó.
Foram convocados os directores e actores de teatro dos vários grupos. Todos devem fazer a sua inscrição na associação para poderem participar na assembleia. “Esperamos ter o maior número de propostas e uma participação activa dos associados, no sentido de encontramos o melhor caminho para o desenvolvimento do teatro”, afirmou.
A formação dos actores e a profissionalização dos grupos são os principais propósitos da instituição. “Queremos representantes disponíveis e com capacidade de ajudar a dar uma nova imagem ao teatro angolano”, disse.
Uma campanha de admissão de novos membros está a ser levado a cabo no auditório Njinga Mbande, Centro Cultural Agostinho, Paróquia do Cristo Rei, Animarte, Marco Histórico do Cazenga, União dos Escritores Angolano (UEA), Rádio UNIA, da Igreja Metodista de Angola, e Elinga Teatro, com vista a aumentar o número de associados que é de 120 membros.

capa do dia

Get Adobe Flash player




ARTIGOS

MULTIMÉDIA