Cultura

Responsável aponta acções de preservação da cultura

A recolha de tradições orais, a recuperação e apetrechamento da antiga Casa Museu com peças museológicas, a preservação e valorização do uso das línguas nacionais foram, na terça-feira, apontadas pelo director provincial da Cultura no Uíge como acções em curso para a preservação da cultura local.

Músico coloca no mercado em Dezembro o CD de estreia
Fotografia: Clemente dos Santos | Angop

José Caricoco Cussiquina revelou o facto durante a abertura da primeira Conferência Provincial da Cultura, que decorre até amanhã, no quadro das comemorações dos 100 anos da fundação da cidade do Uíge. “Temos uma casa aqui, que por força da guerra tinha sido destruída, mas o Governo Provincial tem  feito o possível para  recuperar  as peças, para que estas sirvam de um depositário da cultura da região”, disse José Caricoco Cussiquina.

Bass prepara estreia


“Recados” é o título do primeiro disco do músico Bass, com 12 músicas, a ser lançado em Dezembro, em Luanda.
O músico disse à Angop no Lubango, onde esteve recentemente em trabalho, que está em estúdio a gravar as músicas nos estilos kizomba e r&b. Bass referiu que o primeiro álbum discográfico, que marcará o pontapé de saída da sua carreira enquanto cantor, aborda questões relativas ao amor, bem como união entre casais, para além de alguns aspectos relacionados a reconstrução nacional a todos níveis.
Após o seu lançamento em Luanda, o artista prevê comercializar em todas províncias do país visando a divulgação da cultura através das suas músicas. Bass já lançou vários temas e conseguiu promover a sua música na Europa nos últimos anos, alcançando o sucesso com o single “Sem Norte” e, em Angola, foi nomeado para o Top dos Mais Queridos da Rádio Nacional de Angola e venceu o Prémio de “Artista Revelação” nos Angola Music Awards 2016.
Natural da Lunda-Norte, o artista iniciou a carreira artística nos anos 90 na cidade do Lubango, como produtor, tendo seguido para Luanda há dez anos.

Tempo

Multimédia