Cultura

Ricardo Lemvo em tributo a Franco

Analtino Santos

Ricardo Lemvo é o destaque do “concerto tributo” à Franco, que acontece este sábado, às 18h00, no restaurante Junkembo, em Luanda, no último espectáculo da digressão pela capital do músico.

Cantor está no país a realizar uma digressão pela capital
Fotografia: DR

A residir há anos nos EUA, o músico, que veio ao país para participar na gala do Top dos Mais Queridos, tem aproveitado a estada para realizar espectáculos na capital. Para este concerto, de homenagem, Ricardo Lemvo promete interpretar os principais sucessos de Francó.
Durante a estada no país, o músico realizou espectáculos no MD House, Palanca Vip, Zodabar e no Jango da União dos Escritores Angolanos, na última edição do projecto Palco do Semba. O cantor informou que regressa ao país, novamente, antes do final do ano para o lançamento oficial do próximo disco.
François Luambo Luanzo Makiadi é considerado uma das maiores figuras do século XX da música congolesa. Ao longo da carreira foi um dos artistas muito próximo ao poder politico. Após a sua morte, em Outubro de 1987, o governo do Zaire (actual Congo Democrático) decretou luto nacional de quatro dias.

Palco do Semba
Os ritmos afro-latinos que caracterizaram ao longo de anos a carreira do músico Ricardo Lemvo voltaram a estar em evidência em mais uma edição do projecto Palco do Semba. Durante mais de uma hora, sucessos como “Valéria”, “São Salvador”, “Habari Yako”, “Tata Samba” e “Elbette”, levaram para a pista muitos passistas.
Ao longo do espectáculo, o músico foi acompanhado pela Banda FM, afecta a Rádio Benguela. O artista, que teve sempre na rumba, salsa e o soukouss como a principal marca, foi o maior destaque da última edição do projecto Palco do Semba, que regressa no dia 3 de Novembro com Patrícia Faria.
O Palco do Semba acontece, sempre, no primeiro domingo do mês e é uma iniciativa dos Tios Produções. No mês de Setembro a principal atracção foi o músico Moniz Almeida e Jojó Gouveia, que ajudaram a dar vida a homenagem do projecto aos Irmãos Almeida.

Tempo

Multimédia