Cultura

Romance angolano analisado em palestra

A narrativa no romance angolano contemporâneo é o tema de uma palestra, a ser realizada hoje, às 18h30, no Camões - Centro Cultural Português, em Luanda, pelo professor Joaquim Martinho.

Fotografia: DR

A palestra, que tem como premissa o livro “Noites de Vigília”, de Boaventura Cardoso, procura fazer uma análise, através da comparação literária, de como a recriação sociopolítica da época, indicia a (des)repressão da história, por meio de um projecto de comunidade, assente na igualdade social e dando voz e vez aos habitantes da periferia.
Para o orador, a palestra vai ajudar a mostrar como a ficção do momento histórico-político serviu para denunciar determinadas irregularidades constatadas na altura. “Noites de Vigília revisita o passado histórico-político angolano, sob o signo da alegoria lançada no universo teorizado por Walter Benjamim, irrompe com a história oficial, ao questionar o projecto da Terra Prometida, cujo marcador é a ‘espera’ ancorada no desejo de fundação de uma associação de personagens-protagonistas, como Quinito, do MPLA, e Saiundo, da UNITA”, explicou.
Joaquim Martinho é licenciado em Língua Portuguesa, pelo Instituto Superior de Ciências da Educação (Isced) de Luanda e mestre em Ciências da Educação. É docente de Introdução aos Estudos Literários e de Teoria da Literatura, na Escola Superior Pedagógica do Bengo, assim como investigador literário, com artigos publicados em revistas científicas no Brasil.

Tempo

Multimédia