Scala de Milão leva bailado à famosa Ópera de Astana


11 de Julho, 2014

Fotografia: DR

As directoras dos teatros Scala de Milão e San Carlo de Nápoles assinaram um acordo de cooperação com a Ópera de Astana, informou à Agência Efe a entidade cazaque em comunicado.

Fruto deste acordo, assinado no fim-de-semana, o Teatro Scala de Milão vai apresentar em Astana o bailado “Dom Quixote".
A directora do Scala, María di Freda, de acordo com o comunicado divulgado pela Ópera de Astana, afirmou que a coreografia do bailado “é fruto da cooperação" iniciada há dois anos entre os dois teatros. Di Frada acrescentou que a ópera “Tosca", uma produção original do Scala e dirigida por Luca Ronconi, foi a primeira produção do teatro italiano a estrear na Ópera de Astana. Este ano, o Scala vai levar “Aida", dirigida por Franco Zeffirelli.
Rosanna Purchia, directora do teatro mais antigo da Europa e um dos mais prestigiados da ópera da Itália, o San Carlo, propôs a troca de obras com a Ópera de Astana.
A empresa napolitana apresenta em Astana o bailado “Réquiem", baseado na obra de Mozart e dirigido por Boris Eifman.
A Astana Opera Company vai estar presente no Festival de Dança de Outono 2015 no Teatro di San Carlo.
Está prevista também a co-produção da ópera Lucia di Lammermoor, de Donizetti, que vai contar com um elenco internacional. Gianni Amelio, vencedor de vários prémios de cinema, e Nicola Rubertelli, como cenógrafo, vão produzir esta ópera.
A Ópera de Astana tem assinados 13 acordos de cooperação com os principais teatros do mundo. A sala da Ópera de Astana foi inaugurada no 15º aniversário da fundação de Astana como capital da República do Cazaquistão. De estilo helénico e um tanto barroco, ocupa dois mil metros quadrados e foi concebida pelo arquitecto Desideri e a sua equipa, formada maioritariamente por italianos.

capa do dia

Get Adobe Flash player




ARTIGOS

MULTIMÉDIA