Seminário de literatura realizado em Benguela


19 de Outubro, 2015

Fotografia: Santos Pedro |

Actores, músicos, poetas e jornalistas da província de Benguela participaram, no Lobito, num seminário de criação literária, organizado pela Associação Literária e Cultura de Angola (ALCA), e que encerrou no fim-de-semana.

O seminário teve a duração dez dias e contou com a participação de 73 pessoas, numa parceria com a União Baiana dos Escritores, inserido nas festividades dos 40 anos da independência nacional.
Serviu para a criação de textos de contextualização social, onde os participantes puderam abordar temas sobre a “caracterização textual do tempo”, “criação textual”, “diegese textual”, “técnicas de composição” e trabalhos avaliativos”.
Efraim Chinguto, da ALCA, referiu que, tendo em conta a dinâmica social, é necessário actualizar os fazedores da arte com a formação básica em criação literária, uma vez que os amantes da literatura sempre jogaram um papel importante na conquista dos valores de cada povo, enquanto dinamizadores e promotores da cultura.
Na óptica do administrador municipal do Lobito, Alberto Ngongo, que valorizou a iniciativa da ALCA, a cidade cresce diariamente em termos estruturais e por isso é preciso trabalhar para que as infra-estruturas se aproximem do crescimento humano.
O presidente da União Baiana dos Escritores, Roberto Leal, adiantou que a formação teve como objectivo melhorar a qualidade de escrita e interpretação.
Leal exortou os fazedores de opinião pública no sentido de aprimorarem conhecimentos científicos.

capa do dia

Get Adobe Flash player




ARTIGOS

MULTIMÉDIA