Cultura

Serafim Serlom expõe quadros de pintura em Luanda

Uma exposição do artista plástico Serafim Serlom, intitulada “Vida sobre Restos”, composta por mais de 20 obras feitas com material reciclado, está patente desde quarta-feira, no edifício da Escom, em Luanda.

Momento da proclamação da Independência Nacional
Fotografia: Edições Novembro

Na exposição, que vai estar patente até ao dia 18 do corrente mês, o artista usou materiais como madeira, pneus, calçados e garrafas plásticas.
Em declarações à Angop, o artista disse que o uso de tais materiais no seu trabalho teve como objectivo estimular a criatividade nas artes plásticas.
“Decidi usar materiais reciclados com a finalidade de dar importância aos mesmos, bem como despertar os outros criadores para a necessidade de utilizarem os mesmos objectos”, salientou.
A estudante do curso de arquitectura e urbanismo Catarina Pascoal reconheceu o potencial do criador, adiantando que a exposição demonstra que a nível do país existe potencial humano, capaz de garantir o crescimento das artes plásticas.
Serafim Serlon nasceu na província do Moxico e já participou em várias exposições colectivas a nível nacional.

Mostra fotográfica

Uma exposição fotográfica retratando factos ocorrido durante os 42 anos de independência nacional está à disposição do público desde quarta-feira, no hall da sede da organização não governamental ETU.
A exposição, enquadrada nos 42 anos de Independência, a assinalar-se amanhã, visa mostrar os avanços alcançados por Angola nos domínios social e políticos assim como as personalidades que estiveram empenhadas nesta causa.
A coordenadora da associação ETU, em declarações à Angop a propósito da exposição, disse que a história do país deve ser divulgada para que as gerações saibam ou recebam o testemunho daqueles que vivenciaram os factos. Maria Custódia Franco explica que, para além da exposição fotográfica, vão ser realizadas palestras para homenagear a pátria e os seus heróis.

Tempo

Multimédia