“Sextas ao Vivo” homenageia Teta Lando

Roque Silva |
22 de Agosto, 2014

O programa “Sextas ao Vivo” apresenta hoje, às 22h00, no Espaço Baía, em Luanda, na sua quarta edição da nova temporada mensal de espectáculos, o disco “Projecto Reunir”, que reúne alguns artistas de rap numa homenagem ao músico Teta Lando.

O disco, feito para imortalizar a obra de Teta Lando, segundo o mentor e produtor do projecto, é uma compilação de rap com extractos de 18 temas das músicas de maior sucesso do malogrado artista.
A base das músicas, disse Flagelo Urbano, são originais do autor de “Angolano segue em frente”, assim como os coros. Frisou que foram acrescentados instrumentos como bateria, guitarras e pianos para transformar o ritmo em rap, assim como se introduziu as vozes de jovens cantores deste género.
MC K, San Caleia, Brigadeiro Matafrakuxz, Flagelo Urbano, Pensólogo, Arséniko, Afro Kid, Denexl, Tião Mc, Kota Sebba, Cláudo Escobbar, Cosmopolita Cmt, Spike, Mono, Kita Mc e Khormiko Mc, Fredy, Daniel e o Dj português Nell Assassin participam no projecto.
Entre os temas do malogrado músico seleccionados, o destaque vai para “Eu vou voltar”, “Reunir”, “Ama o teu irmão”, “Tia Chica”, “Wembo Wembo”, ”Samba de Angola” e “Esperanças idosas”, que vão constar no disco como extractos.
O mentor e produtor deu a conhecer que as composições dos cantores seguem a temática dos poemas em português, kimbundo, kikongo e outros dialectos musicados por Teta Lando.
O projecto, afirmou, não retira a autenticidade das vozes e obra do cantor e enaltece o seu percurso enquanto artista e o legado por si deixado.
Flagelo Urbano referiu que é um projecto de música alternativa, já que o homenageado fazia música de intervenção. “Teta Lando é provavelmente um dos artistas angolanos com os temas e ritmos mais copiados. A sua morte trouxe um vazio nas artes, em particular na música e daí a razão desta distinção da classe hip hop. A ideia foi casar vozes de rappers com a de Teta Lando”, justificou. O disco, lançado o mês passado no Elinga Teatro, foi gravado e concluído em Angola, pelas produtoras Zoológico e Rudi Mentar Medina.
O projecto é apresentado na próxima semana em Malanje e na primeira quinzena de Setembro, em Benguela, Lobito e Lubango. Cacuaco e Viana já tiveram acesso ao disco.
O quarto espectáculo da temporada, intitulado Universidade Hip Hop, leva hoje ao palco do Espaço Baía os rappers Kool Kleva, Teatcher do Flow, Sanguinário, Degha, X da Questão, Duo Cerebral, Mano António, Lala, Meduza e Dj Mamem.
Durante a actividade é comercializada toda a discografia de MC K, os discos “Menos Kool Mais Klever”, de Kool Klever, “Ordem depois do Caos”, de Bob da Rage Sense, “Protagonista”, de Lil Jorge, “Versos Negros”, do grupo Fat Soldiers, “Kamundongo”, de Mona Dya Kidi, e “Bar Aberto”, de Drunk Master.

capa do dia

Get Adobe Flash player




ARTIGOS

MULTIMÉDIA