Sonho de menino de rua num livro para crianças

Kátia Ramos |
18 de Junho, 2016

Fotografia: Joao Gomes |

O sonho de um menino de rua e a sua luta por afirmação numa sociedade que o menospreza  é o tema do livro de Mauro Oliveira  “O menino que queria um livro”, apresentado, na quinta-feira, na União dos Escritores Angolanos, em Luanda.

O livro,   vencedor do prémio literário “Quem me Dera ser Onda”,   chama  a atenção dos leitores para a importância da leitura na formação das crianças.
No livro, o menino, de 15 anos, era menosprezado pelas pessoas, vivia numa instituição de caridade, mas sempre quis ter um livro. Baseado numa história fictícia, mas escrita com alguns factos reais, o livro reforça o sonho na esperança e na possibilidade de dias melhores.
Francisco, a personagem principal do livro, explicou o autor, procura dar, com a sua vida, uma lição sobre a importância da mudança de consciência numa sociedade que demonstra diariamente “crueldade” para os meninos de rua, julgando estes mais pelo aspecto do que o comportamento.
O livro para crianças, destacou a escritora Marta Santos, que apresentou a obra, é uma prova do interesse da nova geração de autores em dar continuação ao legado deixado pelos escritores conceituados, através da abordagem de temas de cariz social.
Marta Santos pediu  que outros jovens talentos continuem a mostrar o seu interesse em participar de projectos literários como este, que ajudam as crianças a explorarem mais todo o seu potencial.
Com uma tiragem de mil exemplares, o livro foi editado pela União dos Escritores Angolanos, com o apoio da Fundação Sol e do Ministério da Educação.
Mauro de Oliveira, de 16 anos, foi o vencedor do prémio literário “Quem me der ser onda”, em 2014.

capa do dia

Get Adobe Flash player




ARTIGOS

MULTIMÉDIA