Cultura

Sonoridades africanas em concerto na capital

Analtino Santos

A guitarrista germano-americana Leni Stern foi a principal atracção de um concerto realizado, na terça-feira, no Centro Cultural Brasil Angola, em Luanda, em que as fusões rítmicas entre estilos de origem africana foram as grandes referências da noite.

Artista alemã Leni Stern tem apostado nos sons de África
Fotografia: Dombele Bernardo| Edições Novembro

Diferente do concerto do ano passado, em que actuou em trio, com os senegaleses Mamadou Ba (baixo) e Alioune Faye (percussão e voz), neste último o artista inclui também o pianista argentino Leo Genovese e o percussionista cubano Yasmane Santos.
O espectáculo, resultante da parceria entre a Alliance Française de Luanda e Poola M’Boombu, conseguiu superar as expectativas, por, durante 1h30, Leni Stern ter demonstrado ao público o potencial como guitarrista e executante do ngomi, instrumento de corda da África ocidental.
O pianista argentino Leo Genovese foi considerado um dos “homens da noite”. Mamadou Ba o baixista, em serviço, também esteve em destaque, assim como o percussionista Alioune Faye sempre inspirado.

 

Tempo

Multimédia