Sotheby de Hong Kong leiloa obras de Picasso


14 de Novembro, 2014

A casa de leilões Sotheby’s colocou à venda um total de 42 obras de Pablo Picasso, na primeira sessão exclusivamente dedicada ao artista espanhol na cidade asiática.As peças são impressões e cerâmicas que o artista espanhol elaborou ao longo de toda a sua carreira, desde 1905 até meses antes de morrer, em 1973.

“A colecção é uma prova da destreza técnica da experimentação criativa em diferentes formas de arte do artista”, disse em Hong Kong Mary Bartow, vice-presidente do departamento de impressões de Sotheby’s.
Bartow, que trabalhou com obras de Picasso durante anos, disse que a colecção posta à venda em Hong Kong recolhe a essência do trabalho de Picasso ao longo da sua prolífica carreira, enfatizando o uso de imagens de mulheres, touro e toureiros em quase todas as peças disponíveis em Hong Kong.
Grande parte da colecção é formada por retratos de mulheres, entre elas algumas que ocuparam a vida do artista, assim como a impressão de “La Femme a la Fenêtre”, de 1952, uma gravura que é a peça mais cara desta venda, com 400 mil dólares de preço de saída.
O resto das obras oscila entre 100 mil e 400 mil dólares, “números muito acessíveis para o valor que alcança o trabalho deste artista”, disse Bartow.
Outra das peças da colecção que destacou a galerista é um prato elaborado em prata em 1956, que mostra um semblante facial e que fez parte de duas colecções elaboradas pelo artista, uma em ouro e outra em prata, na década de 50.
“Lampe Femme”, uma escultura que funde a imagem de uma jarra com o corpo de uma mulher, centra a atenção das cerâmicas expostas na exposição.Esta peça, produzida em 1955, “reflecte a sensibilidade e grandiosidade deste artista, capaz de fundir ambos elementos com uma delicadeza absoluta”.
Picasso começou o seu trabalho de cerâmica na etapa final da sua carreira e no total produziu cerca de quatro mil peças.

capa do dia

Get Adobe Flash player




ARTIGOS

MULTIMÉDIA