Tate reconsidera devolução de obra roubada


1 de Abril, 2015

Fotografia: Reuters

O Museu de arte moderna britânico Tate reconsiderou a decisão de devolver o quadro “Beaching a Boat”, de John Constable, por ter descoberto “novas informações”, anunciou ontem a instituição em comunicado.

Um comité de especialistas nomeado pelo Governo britânico concluiu que o Tate Britain tinha a “obrigação moral” de devolver à Hungria o óleo que, ao que tudo indicava, tinha sido roubado durante a II Guerra Mundial pelos nazis a um coleccionador húngaro. O processo de devolução ficou suspenso e a obra mantém-se na colecção do museu.
As “novas informações” não foram divulgadas, mas ao “The Art Newspaper” um porta-voz da Tate disse que os dados descobertos sobre a paisagem marítima que John Constable pintou em 1824 podem inverter a história. 
A mesma fonte afirmou ao jornal que depois de o Tate ter avaliado as recentes informações, o comité de especialistas concluiu que a obra tinha sido roubada pelos nazis e por isso a Tate devia devolvê-la para voltar a analisar o caso. “Neste ponto não há mais comentários a fazer”, concluiu a mesma fonte, que referiu que a administração do museu apenas decidiu adiar o processo de devolução da obra.
“Beaching a Boat” foi oferecido à Tate em 1986 por Rainsford, que comprara o quadro anos antes, em 1962, agindo de boa-fé e desconhecendo que pudesse ter sido roubado pelos nazis durante a guerra. O nome do proprietário original não foi revelado, mas o relatório do comité descre-o como “um artista húngaro muito conhecido”, também coleccionador de arte.
O “The Art Newspaper” noticiou que era Ferenc Hatvany o homem em questão que morreu em 1958. Os herdeiros sempre tentaram localizar a obra, mas só há poucos anos souberam onde estava. Apresentaram uma queixa formal ao Governo britânico que apenas teve andamento em 2013 e a conclusão no ano passado. “The Art Newspaper” noticiou que a obra nunca foi devolvida ao longo destes meses porque “as novas informações chegaram logo a seguir à decisão do comité, apesar de somente agora ter sido revela a situação”.

capa do dia

Get Adobe Flash player




ARTIGOS

MULTIMÉDIA