Colectivo de arte Kulonga recebe distinção no Brasil

Roque Silva |
27 de Abril, 2016

Fotografia: Paulino Damião

O argumento do espectáculo “Filhos da Pátria”, do colectivo de arte Kulonga, foi eleito o Melhor Texto Original da sexta edição do Festival de Teatro de Úba (FETUBA), que encerrou domingo, no Estado de Minas Gerais, no Brasil.

O texto de autoria de Afonso Dinis “Amankwa” fala sobre os angolanos que lutaram pela conquista da Independência Nacional.
O Kulonga apresentou a peça “Filhos da Pátria” na sexta-feira, no espaço SESI Ubá, com um elenco que integrou, igualmente, actores do grupo Odeth Tavares.
Além de Afonso Dinis “Amankwa”, Edivaldo Faria, Elfânio Pimenta e Manuel Cordeiro, a exibição do espectáculo na 6.ª edição do Festival de Teatro de Úba contou com a participação de Francisco Júnior, Paulo Mavueta e Ricardo Kamavo, do grupo Odeth Tavares.
O grupo foi convidado pela organização do FETUBA para defender os troféus conquistados na edição de 2015 do festival, com a peça “Loucura de Barriga Vazia”, que o concedeu o terceiro lugar, fruto dos troféus de Melhor Texto Original, Espectáculo de Drama, e Letícia Kambovo, uma das personagens da peça, Melhor Actriz de Drama e Melhor Actriz em Competição.
Fundado há 18 anos, o grupo de teatro Kulonga venceu o Prémio Cidade de Luanda em 2002. Afonso Dinis “Amankwá” foi considerado o melhor actor do Festival Internacional de Teatro do Cazenga, realizado em 2012.

capa do dia

Get Adobe Flash player




ARTIGOS

MULTIMÉDIA