Colectivo de Arte realiza no Huambomaratona de teatro


7 de Abril, 2016

O colectivo de arte Vozes D’África promoveu, durante dois dias, no Huambo, uma maratona de espectáculos de teatro, para saudar os 18 anos da sua fundação.


O director da agremiação, Pascoal Pedro Nhanga, disse que o festival foi aberto com  a exibição da peça de teatro intitulada “Macas e macas”, e conta com a participação de outros grupos da província.
A iniciativa visou saudar os 14 anos de Paz e de Reconciliação Nacional, comemorados na segunda-feira, com a exibição de uma peça de teatro sobre os acordos de paz.
Pascoal Pedro Nhanga referiu que ao celebrar 18 anos de existência do grupo, que representam maturidade e crescimento, o movimento de teatro pretende dar uma nova dinâmica nas suas actuações, com a apresentação de sessões quinzenalmente.
“O colectivo vai investir na edição de obras literária e discográfica de humor, bem como dinamizar a formação de grupos de teatro no âmbito do intercâmbio cultural.”
Fundado em 1998, o Colectivo de Artes Voz D’Africa, conta com 15 actores. O grupo arrebatou vários prémios, com destaque para o de Cultura e Arte, edição 2012, na categoria de teatro, venceu a terceira edição do festival de teatro em Cabinda, venceu a primeira edição do prémio provincial do Huambo de Cultura e Artes, na categoria de teatro, e melhor grupo de teatro de 2011no Festival Internacional do Cazenga.

capa do dia

Get Adobe Flash player




ARTIGOS

MULTIMÉDIA