Cultura

Colectivo Etu Lene apresenta "Uiji Uijia"

O colectivo de artes Etu Lene apresenta amanhã, às 19h00, na escola da “Jota”, distrito urbano do Rangel, o espectáculo de teatro “Uiji, Uijia”, que desencoraja o recurso ao feitiço para ascender na vida, exortando as pessoas a trabalharem com dignidade.

Peça desencoraja o recurso ao feitiço para ascender na vida
Fotografia: Edições Novembro

Segundo o encenador do grupo, Beto Cassua, o espectáculo gravita em torno de uma família de baixos rendimentos cuja única fonte de rendimento era a comercialização de kimbombo, bebida fermentada de fabrico rudimentar bastante apreciada por populares residentes nas periferia  da cidade de Luanda.
Uma vez que o negócio de kimbombo não era bastante rentável, Jaburu (personagem representado por Ezequiel José), a convite do seu amigo Ualata, consultou um kimbanda para adquirir “milongo” para que o negócio andasse. Logo no princípio do tratamento, papá Pambala, kimbandeiro de fama, chamou a atenção que quem ali buscasse feitiço que se não arrependesse depois.
De recordar que o projecto "Teatro na escola da “Jota”" surge como resposta ao apelo do Governo para a utilização dos anfiteatros e outros espaços nas escolas onde a prática do teatro fosse possível.
“Com a implementação deste projecto estamos  convencidos de que a população do Rangel ganha mais um espaço de lazer bem e local apetecível às crianças para a pratica do teatro uma vez que, doravante, o teatro vai acontecer todos os sábados”, disse Beto Cassua. A criação da peça foi inspirada numa crónica publicada pelo Jornal de Angola.

Tempo

Multimédia