Cultura

Espectáculo "Hotel Komarka”apresentado na Casa das Artes

Roque Silva |

O espectáculo “Hotel Komarka”, distinguido com vários prémios internacionais e nacionais, é apresentado amanhã e no sábado, às 20h00, no palco da Casa das Artes, em Talatona, pelo colectivo Henrique Artes.

Peça retrata a história de sete rapazes e uma rapariga no interior de uma cela em Luanda que lutam para fugir temendo represálias dos seguranças
Fotografia: Paulino Damião|Edições Novembro

A peça, uma comédia aliada à tragédia, com direcção e encenação de Flávio Ferrão, faz parte da programação de espectáculos de um dos mais requintados espaços de cultura de Luanda.
Momentos de emoção, tristeza, sonhos, alegria e sobretudo o desejo de liberdade por vias incorrectas é o que narra o espectáculo de 50 minutos.
“Hotel Komarka” retrata a história de sete rapazes e uma rapariga, no interior de uma cela em Luanda, que lutam para fugir, temendo represálias dos seguranças.
Chefia, Boy Toy, Chumbo, Tele Tubbie, Tadeu, Cafetão, Turbo e Jurema tentam desrespeitar as regras e montam um esquema para tentar escapar da cadeia, depois de cumpridos mais de 20 anos, embora estejam cientes das dificuldades que a missão lhes impõe.
“Hotel Komarka” foi distinguido com o Prémio Revelação do Festival Internacional de Teatro de Língua Portuguesa (Festlp), em 2011, realizado no Rio de Janeiro, tem como actores Adilson Funge, Benjamim Ferrão, Leandro Alfredo, Samuel Viegas, Raul Lourenço, José Marias Fernandes, Ailton Silvério e Naed Branco.
Melhor Espectáculo no Festival Internacional do Cazenga e Melhor Actor, para o artista Guibson, a peça já foi exibida no Festival de Mindelo, em Cabo Verde, no Festival de Amostra Latino-americana de Piauí, em São Paulo (Brasil), na Mostra Internacional de Teatro (Mite), em Lisboa, e em algumas províncias. O colectivo Henrique Artes venceu o Prémio Nacional de Cultura e Artes 2013.

Peças infantis

A temporada semanal de espectáculos para crianças que a Casa das Artes realiza até o mês de Julho prossegue no sábado, às 11h30 e às 16h30, com a peça “Ynari, a menina das cinco tranças”, uma adaptação do livro homónimo de Ondjaki.
A peça, a apresentar pela última vez nesta primeira temporada, narra a história de uma menina e de um pequeno homem mágico que se tornam amigos na margem do rio.
A sessão de espectáculos infantis prossegue no dia 15 de Abril, data que é estreada a peça “O voo do golfinho”, adaptado do livro homónimo de Ondjaki, a história de um golfinho que queria ser passarinho.
Todas as peças infantis têm a direcção de Paulo Jorge Bolota e o elenco integra os actores José Pedro, Melina Lombongo, Madalena Quintas, Adjane dos Santos e Domingas Cornélio.
Além dos espectáculos de teatro dedicados as crianças, a programação da Casa das Artes inscreve a apresentação, pelo Elinga Teatro, da peça “As bondosas”, em Abril, e “Porquê Hécuba”, em Maio e Junho, duas adaptações com direcção de José Mena Abrantes.

Tempo

Multimédia