Grupo de teatro educa populares

Victor Pedro | Sumbe
16 de Julho, 2016

A educação da sociedade pelas artes é a principal aposta, este mês, do grupo Omala Veto Veya, do Sumbe, que está a realizar espectáculos de teatro e palestras, com o intuito de sensibilizar a população do Cuanza Sul sobre os perigos do VIH/Sida, febre amarela, tuberculose, hepatite e cólera.

A campanha, disse o coordenador do grupo de teatro, incide em especial sobre estas doenças, por serem as que mais afligem a população. O teatro comunitário, acrescentou Dina Kibato, é um bom meio para passar informações sobre determinados assuntos.
A intenção do grupo de teatro do Bié é contribuir, através de acções sócio-culturais, para o desenvolvimento do teatro comunitário. O outro objectivo do projecto, destacou, é apoiar os programas nacionais de desarmamento civil.
O grupo, que começou esse projecto no princípio do mês, conta com o apoio de algumas instituições escolares do Sumbe, assim como dos jovens do município. “A meta é tentar interagir com todas as camadas sociais da província e levar a informação a todos. Neste sentido temos escolhido preferencialmente mercados formais e informais, as unidades paramilitares e militares, escolas e hospitais”, aclarou.
Depois do Sumbe, o grupo realiza o mesmo projecto nos municípios de Porto-Amboim e Seles.

capa do dia

Get Adobe Flash player




ARTIGOS

MULTIMÉDIA