Histórias luandenses no palco

Manuel Albano |
21 de Janeiro, 2015

Fotografia: Paulo Mulaza

O grupo de teatro Julu apresenta amanhã, às 20h00, no Complexo turístico KDS, no Kikuxi, em Viana, o espectáculo ''Vovô Mbaxi e a história do Chamavo'', que abre a temporada artística deste ano. 

A peça é exibida sábado e domingo, à mesma hora, no palco da Liga Africana, enquadrado nas festividades do Dia da cidade de Luanda, que se comemoram no domingo, 25 de Janeiro.
Interpretado por 14 elementos entre actores, bailarinos e uma banda musical, o espectáculo faz uma abordagem sobre os principais problemas sociais l, focando-se, principalmente, sobre a perda dos valores morais e cívicos.
Os principais despiques carnavalescos que existiram na década de 40 e 50 entre os grupos Cidrália e Invejados, que brincavam no Carnaval sem pensar em remuneração financeira. 
A peça faz também uma homenagem a Geraldo Lourenço Morgado “Mestre Geraldo”, uma figura incontornável da rebita e emblemática figura do grupo carnavalesco União Feijoeiros do Ngola Kimbanda, Samba.
Lourenço Mateus, director artístico do Julu, disse ontem, que o grupo pretende participar em todas as actividades dos festejos dos 40 anos de Independência de Angola, que se comemora a 11 de Novembro, e intensificar a troca  de experiências com grupos de teatro nacionais.
Promover actividades para aumentar os conhecimentos dos cidadãos sobre a importância do saneamento básico,  a educação e o resgate dos valores culturais, de maneira a incentivar a mudança de mentalidades passa pelos principais objectivos do grupo para este ano. O grupode teatro Julu foi fundado a 9 de Junho de 1992, no Marçal, por Lourenço Mateus, Manuel Teixeira “Avô Ngola”, Pedro Henriques Pascoal e Vado Baptista.  O projecto surgiu para apoiar as primeiras eleições em Angola, na vertente da educação cívica eleitoral.
Em 1993, criou uma parceria com a  UNICEF para apresentar várias peças comunitárias, tendo um ano depois participado na formação de vários grupos de teatro. Venceu consecutivamente duas edições do Prémio de Teatro Cidade de Luanda (1999 e 2000).
Internacionalmente, o grupo de teatro Julu representou Angola na primeira Bienal dos Jovens Criadores da Comunidade dos Países de Língua Portuguesa (CPLP), no ano de 1999. “Um sonho por realizar”, “Moribundo e a revolta do espírito” e “As poeiras do Poeira” são algumas espectáculos dramáticos do grupo Julu.

capa do dia

Get Adobe Flash player




ARTIGOS

MULTIMÉDIA