Odeth Tavares leva à cena conto de mulher misteriosa

Rosa Silva |
24 de Agosto, 2016

O colectivo de teatro Odeth Tavares estreia no sábado, às 19h00, no palco do Centro Cultural Agostinho Neto, no Bairro Operário, em Luanda, a peça “O dia em que a Mulher caiu do Céu”, baseado no aparecimento misterioso de uma mulher.

A peça é uma adaptação ao conto homónimo, inserido no livro “Contos do Céu e da Terra”, com o qual o escritor Victor Amorim Guerra venceu o Prémio Sonangol de Literatura em 2012, na categoria revelação.
Montada por Francisco Júnior, a peça é representada por dez personagens em 45 minutos, durante a qual se cruzam várias áreas do saber, entre as quais a medicina, a religião, a investigação criminal e o feitiço.
O espectáculo retrata uma conhecida história ocorrida no município do Golungo Alto, no Cuanza Norte, segundo o qual uma mulher caiu do céu, em 1998.
O mistério  instala-se em toda a província, facto que preocupa as autoridades que se reúnem para averiguar o facto.
As autoridades tradicionais, o médico do posto de saúde, o padre da Igreja Católica local, o responsável da polícia procuram perceber o mistério da mulher. O encenador disse ao Jornal de Angola que a ideia é mostrar as pessoas como devem reagir quando estão diante de um mistério. Francisco Júnior, que também é director artístico do colectivo, assinou recentemente um acordo com o vencedor do Prémio Sonangol de Literatura em 2012, na categoria revelação, para fazer a adaptação dos seus livros, crónicas e editoriais para ao teatro.
O grupo  de teatro Odeth Tavares exibe em Novembro e Dezembro o conto “O menino do Huambo”, extraído do livro “O Dia em que a mulher caiu do céu”, a crónica “O dia em que o chinês comeu o meu cão no bairro Benfica”, e a peça “A Cinderela de Luanda”, uma sequência do espectáculo homónimo apresentado em 2013 pelo grupo de teatro Henrique Artes.
“Mbaye, o mucubal”, conto com o qual Victor Amorim Guerra participou na antologia “As vozes da liberdade”, em memória do escritor colombiano Gabriel García Márquez, Prémio Nobel da Literatura, em 1982, é adaptado para o teatro no próximo ano.
O grupo Odeth Tavares participou de 20 a 24 de Abril no Festival Nacional de Teatro de Araguari (FESTA), realizado no Estado de Minas Gerais, Brasil, com o Kulonga e outras 16 companhias deste país, no qual apresentou o espectáculo de teatro “Os Casais”, que aborda as responsabilidades dos conjugues.

capa do dia

Get Adobe Flash player




ARTIGOS

MULTIMÉDIA