Relação amorosa no palco da Liga

Manuel Albano |
26 de Julho, 2014

O Enigma Teatro apresenta hoje e amanhã, às 20h00, na Liga Africana, em Luanda, a peça “Sujeito e Azarada”, um drama sobre o problema das relações conjugais repentinas, com particular destaque para aquelas feitas a partir das redes sociais.

O espectáculo serve de preparação para a participação do grupo na sexta edição do Festival Internacional de Teatro de Língua Portuguesa (FESTILIP), que decorre de 27 de Agosto a 5 de Setembro, no Brasil.
A peça, que é representada por dois actores, é encenada por Tony Franpénio e volta a ser exibida, às 20h00, na Liga Africana, nos dias 2 e 3 de Agosto. “Procuramos criar um espectáculo que fosse capaz de apresentar novas técnicas de representação”, disse.
O drama, interpretado por Joaquim (Helton Águas) e Maria (Lissara Djane), conta a história de dois jovens que se conheceram nas redes sociais e logo começaram o seu relacionamento, para mostrar os perigos de duas pessoas buscarem a felicidade de uma forma prematura.
“Às vezes, os jovens tendem a tirar conclusões precipitadas sobre alguém e a começar uma relação, antes de o conhecerem realmente. No final, o choque de culturas e a rotina do dia-a-dia, acabam por ser fatais para os casais. Este é um problema que aflige bastante a juventude actualmente com a crescente “febre” das redes sociais”, disse. Na peça, Joaquim e Maria descobrem, depois de casarem, que tinham muitos segredos e começam a ter vários problemas ao ponto de as disputas terminarem na morte das duas personagens.

capa do dia

Get Adobe Flash player




ARTIGOS

MULTIMÉDIA