Teatro africano em debate


22 de Março, 2016

Fotografia: Francisco Pedro

O Centro Angolano de Teatro (CAT) realiza hoje, no Magistério Primário de Luanda, às 10h00, uma palestra com o tema “Teatro africano-vertente tradicional”,  proferida pela investigadora e crítica Agnela Barros.

Depois de Agnela Barros, o coreógrafo  Domingos Nguizany fala sobre o tema “A dança tradicional no teatro angolano”.
As palestras integram-se nas jornadas alusivas ao Dia Mundial do Teatro, que se celebra anualmente a 27 de Março. Amanhã, também  às 10h00, é inaugurada uma exposição multimédia sobre teatro angolano, no Instituto Médio de Economia de Luanda (IMEL), e uma hora depois é realizada a palestra “Marketing cultural-o valor do Mecenato”, pelo jornalista Sebastião Panzo.
O programa prevê  a exibição de peças de teatro, espectáculos musicais e declamação de poesia. O encerramento é no domingo, com a ­leitura de uma mensagem sobre o Dia Mundial do Teatro, pelo escritor Pepetela.  O Centro Angolano de Teatro pretende divulgar e revitalizar o associativismo, preservar a intervenção de Angola no circuito orientado pelo Instituto Internacional de Teatro (ITI) do qual o CAT é membro.
O Dia Mundial do Teatro foi criada em 1961 pelo Instituto Internacional do Teatro da Organização das Nações Unidos para Educação, Ciência e Cultura (UNESCO).

capa do dia

Get Adobe Flash player




ARTIGOS

MULTIMÉDIA