Cultura

Tema “Nôs Morna” junta músicos cabo-verdianos

“Cidade Velha, berço da cabo-verdianidade. Na Sé Catedral, o silêncio da noite que já se pôs, é contrariado, apenas, pelos primeiros acordes de uma Morna. Cremilda Medina, em passo afinado, guia Tito Paris, de olhos vendados. Instala-o num sofá vermelho, colocado estrategicamente nas ruínas do histórico e centenário monumento. As guitarras aproximam-se, a venda cai e a surpresa acontece.”

Dupla une vozes para interpretar o tema de Manuel d’Novas
Fotografia: DR

É este o mote do videoclip, em que Cremilda Medina e Tito Paris unem as vozes, para juntos interpretarem o tema “Nôs Morna” do histórico compositor Manuel d’Novas.
O momento e o cenário não podiam ser mais simbólicos. Duas gerações juntas pela Morna, candidata a Património da Humanidade, num local, também ele Património Mundial da Unesco. Tito Paris representa toda uma herança musical, é um dos mais consagrados artistas cabo-verdianos da actualidade. Cremilda Medina, por sua vez, é o símbolo da juventude que redescobre a Morna e que por ela se apaixona.
Coube a Cremilda Medina a ousadia de desafiar o consagrado Tito Paris para este dueto. Tito, prontamente, aceitou. O tema foi gravado em estúdio e em videoclip. O 1 de Outubro, Dia Internacional da Música foi a data do seu lançamento.
“Nôs Morna”, é o primeiro single do seu próximo disco, trata-se de uma homenagem muito especial e sentida à Morna, num momento em que Cabo Verde aguar-da a classificação da Morna como Património Imaterial da Unesco, o tema chega como um hino que eleva e abrilhan-
ta mais, ainda, este género musical.
O tema teve arranjos e direcção musical de Nando Andrade, músico e produtor experiente, que durante muitos anos foi produtor de Cesária Évora. “Nôs Morna” junta também várias gerações na melodia. Desde logo, o consagrado Armando Tito na guitarra, Paló no baixo, Djudjuty no cavaquinho e Nando Andrade no piano.

Tempo

Multimédia