Thicke e Williams plagiaram


13 de Março, 2015

A justiça norte-americana condenou os cantores Robin Thicke e Pharrell Williams a pagarem 7,3 milhões de dólares à família de Marvin Gaye, concluindo que a dupla plagiou o sucesso “Blurred Lines”, composto em 2013.

Os oito membros do júri concluíram que “Blurred Lines” utiliza partes da música de Marvin Gaye de 1977 “Got to Give It Up”.
Marvin Gaye morreu em 1984, aos 45 anos, vítima de um tiro disparado pelo pai. Após o veredicto, o advogado da família Gaye, Richard Busch, disse que pretende apresentar uma medida cautelar para bloquear as vendas de “Blurred Lines”, a música mais vendida em 2013 nos Estados Unidos, com o total de 6,5 milhões de cópias. Desde que foi lançada, a canção já rendeu 16,5 milhões de dólares.
O veredicto isentou de responsabilidade o rapper Clifford “T.I.” Harris Júnior, que colaborou com Robin Thicke e Pharrell Williams na canção. Marvin Gaye deixou uma extraordinária lista de sucessos, que  inclui “I Heard It Through the Grapevine.

capa do dia

Get Adobe Flash player




ARTIGOS

MULTIMÉDIA