Cultura

Toty Sa’Med realiza concerto

Roque Silva

O músico Toty Sa’Med actua, hoje, às 20h00, no espaço Art’z Restaurant e Loundge, a Ilha do Cabo, naquela que é principal atracção de um conjunto de actividades realizadas pelo grupo Casinos de Angola, para saudar o Dia de África, comemorado na quinta-feira.

Músico Toty Sa’Med é a principal atracção do concerto de hoje no espaço Art’z na Ilha do Cabo
Fotografia: Domingos Cadência | Edições Novembro

O projecto, que já vai na sua segunda edição, é uma oportunidade de os novos talentos, no campo da música, teatro, dança e poesia, mostrarem as suas valências para a promoção da diversidade de géneros e reflectirem sobre os estilos musicais, usos e costumes do continente berço da humanidade.
Toty Sa’Med, um dos nomes emergentes, centraliza o seu concerto numa musicalidade baseada no world music, onde canções de vários artistas nacionais e estrangeiros, sobretudo africanos, fazem as delícias do público. Vencedor do prémio Lac-Unitel do Festival da Canção de Luanda 2012, depois de ter passado pela Banda Evolution, tem igualmente a oportunidade de apresentar o EP “Ingombota”, lançado o ano passado em Luanda e Portugal, com um repertório repleto de versões de canções de Viriato da Cruz, Bonga, Filipe Mukenga, Rui e André Mingas.
O cantor Stélvio Hélio foi a atracção na noite de ontem, no mesmo local. O músico, de 19 anos, e autor do projecto Cantores de Rua, é um prodígio que apesar da idade cria emoções nas suas actuações. Com a sua guitarra, voz e um repertório e sonoridade diferente dos cantores da sua geração, Stélvio Hélio fez uma performance de duas horas de concerto, com temas cujos géneros variam entre a bossanova, soul music e o world music.
O cantor e produtor Lavoupe, artista do movimento Lev’Arte e o grupo de teatro Vozes Soltas, da província da Huíla, exibiram-se na noite de ontem, no espaço Viana Casino.
No ano passado, por ocasião do Dia de África, o Casinos de Angola promoveu  espectáculos de teatro, música e poesia com os integrantes do movimento Lev’Arte, no Lubango (Huíla), um concerto com Ndaka yo Wiñi, em Viana, e com Dina Simão na Ilha do Cabo, onde além do semba também mostrou trajes africanos de sua autoria.
As actividades culturais têm sido uma das apostas do Casinos de Angola há oito anos. Música ao vivo, em vésperas de feriados e aos fins-de-semana, com artistas conceituados e novos talentos, fazem parte da responsabilidade social da instituição.

Tempo

Multimédia