Trajecto do país revisto em fotos

Carlos Bastos | Sumbe
26 de Novembro, 2014

“A cultura como vector de desenvolvimento” é o título de uma exposição de fotografias, aberta no final de semana na Biblioteca Provincial do Cuanza Sul, para mostrar alguns dos patrimónios culturais nacionais e locais.

A mostra, realizada pela Direcção da Cultura do Cuanza Sul, no âmbito das festividades da independência nacional, encerrou domingo e mostrou ainda ao público, em 26 painéis, fotos do início da luta armada, de alguns usos e costumes, demonstrações de dança, música, artes e teatro.
O director da Cultura, Manuel do Nascimento da Silva, disse que a exposição teve como objectivo apresentar ao público os ganhos que Angola obteve desde os primórdios da luta de libertação nacional até ao momento.
Os trabalhos expostos mostram os feitos de um país independente. “Os painéis procuram preservar e transmitir aos jovens um pouco da memória colectiva do país”, disse.
O próximo passo da Direcção da Cultura é realizar exposições nas instituições de ensino superior, médio e escolas do ensino primário e secundário, para permitir aos estudantes aprender mais sobre a História de Angola.
“As crianças têm de saber, desde muito cedo, como foi ganha a independência e quais os ganhos da paz”, frisou.

capa do dia

Get Adobe Flash player




ARTIGOS

MULTIMÉDIA