Cultura

Transferência do conhecimento esteve em debate

O secretário de Estado da Cultura Cornélio Caley considerou quinta-feira em Luanda a iniciação e a criatividade como factores importantes no processo de afirmação e de desenvolvimento da sociedade angolana.


Cornélio Caley disse na cerimónia de abertura do debate sobre a “Transferência do conhecimento para o sector produtivo e a protecção da propriedade intelectual”, que decorreu até ontem em Luanda, que constituem a alavanca para o desenvolvimento dos diversos segmentos da sociedade, tendo em conta a criação de novos produtos.
Para tal, é essencial que se reconheça e se valorize o trabalho dos criadores angolanos, dando-lhes as condições essenciais para melhor desenvolverem a sua acção sem constrangimentos, com o intuito de colocar ao dispor do público todo o seu saber. 
A conferência, uma promoção do Ministério da Cultura, desenvolveu-se em torno dos painéis sobre “A geração do conhecimento e a sua transferência para o sector produtivo”, “A gestão administrativa das criações e inovações e a protecção da propriedade intelectual”, “A comercialização de produtos e bens inovadores” e “A implementação de Leis”.
Os participantes a conferência que foram representantes dos diversos departamentos ministeriais e de associações ligadas ao sector cultural e produtivo passaram em revista questões ligadas à criação, registo de propriedade, bem como os direitos de autor e conexos.
O evento enquadra-se na estratégia do Executivo angolano, através do Ministério da Cultura, no que à propriedade intelectual e protecção dos direitos de autor diz respeito.

Tempo

Multimédia