Cultura

Twabixila exibe “Batata Quente”

Roque Silva

O colectivo de teatro Twabixila exibe, amanhã, às 19h00, na Casa de Cultura Njinga a Mbande, no distrito urbano do Rangel, em Luanda, a peça “Batata Quente”, que narra a discussão entre duas famílias com costumes diferentes.

Fotografia: DR

Escrita por Domingos Manuel “Mito” e encenada por Sílvio Gravata, a peça de teatro atinge o auge no decorrer de uma reunião de emergência, após os pais das irmãs Mena e Anabela descobrirem que ambas engravidaram de dois irmãos.
Sustentados pelas suas raízes e origens, os progenitores dos casais defendem os seus ideais, o que altera o ânimo dos representantes das duas famílias. O caso é considerado insólito por uma família e comum para outra, daí que paira no ar a questão se é ético dois irmãos casarem com dois irmãos.
A peça foi distinguida na edição deste ano do Festival Internacional de Teatro do Cazenga (Festeca) como Melhor Criatividade.
O colectivo Twabixila, expressão em quimbundo que em português significa “já chegámos”, foi criado há 18 anos, por jovens católicos da Paróquia de Nossa Senhora das Graças.

Tempo

Multimédia