UEA promove diálogo entre autores e leitores


2 de Março, 2015

Fotografia: Paulino Damião

A União dos Escritores Angolanos (UEA) abre a 11 desde mês umespaço de diálogo com os escritores, com o intuito de juntar num mesmo local autores angolanos, leitores e candidatos a escritores.

O secretário-geral da UEA, Carmo Neto, que anunciou a iniciativa em Luanda, informou que a primeira edição tem como convidadoAlbino Carlos, que recebeu o Prémio Nacional de Cultura e Artes e o Prémio António Jacinto, com “Issunje” e “Olhar de lua Cheia”, respectivamente.
Em declarações à Angop a propósito desta nova iniciativa da UEA, Carmo Neto sublinhou que a intenção é à promoção da leitura, dos escritores angolanos e da literatura angolana, tendo como foco levar o público ao contacto directo com os agentes da escrita.“É também uma forma de se incentivar as pessoas com talento, mostrando-lhes os melhores caminhos para atingirem os seus objectivos”, reforçou.

Reedição de obras


Carmo Neto informou que a UEA tem em agenda a reedição de 40 títulos de autores nacionais, no quadro de um programa incluído na estratégia de divulgação e promoção do livro no país e no estrangeiro.
A iniciativa enquadra-se ainda no programa de introdução da literatura angolana no sistema de ensino, que conta com o apoio do Ministério da Educação.
Entre os autores de obras a introduzir no ensino, segundo Carmo Neto, estão Luandino Vieira, Óscar Ribas, António Jacinto, José Luís Mendonça, João Maiomona, Nehone eFragata de Morais.
“É um projecto que está a ser realizado em parceria com a Editora Letras. Trata-se de obras a serem adaptadas ao sistema de ensino.     Brevemente,vão sair a público, tendo em consideração o início do lectivo”, precisou o secretário-geral da UEA.
Para além deste, Carmo Neto informou que em prelo existe também o projecto de publicação de várias obras de autores angolanos, numa parceria com a Editora Leya. Os lançamentos vão ocorrerem Angola, Portugal e noutros países de língua oficial portuguesa, no âmbito da internacionalização da literatura angolana.
A UEA tem ainda na sua grelha de programação a “Maka à Quarta-feira”, debateque se realiza uma vez por mês em torno de assuntos candentes da sociedade angolana.
A União dos Escritores Angolanos foi proclamada a 10 de Dezembro de 1975, em sessão que contou com a presença de António Agostinho Neto, que proferiu um discurso programático, reflectindo sobre a dimensão cultural de Angola.
O primeiro presidente da Assembleia-Geral da UEA foi Agostinho Neto e o primeiro secretário-geral Luandino Vieira.

capa do dia

Get Adobe Flash player




ARTIGOS

MULTIMÉDIA