Cultura

Valores culturais debatidos no Museu de Antropologia

Francisco Pedro

A  Kaniaki Cultural realiza hoje, às 9h00, no Museu Nacional de Antropologia, em Luanda, uma palestra sob o tema "Contribuição para os valores culturais e morais", sendo orador o antropólogo Isaías Lemos e moderador o historiador e também antropólogo Filipe Vidal.

Artista plástico Guilherme Kaniaki responsável da instituição
Fotografia: João Gomes| Edições Novembro

Isaías Lemos é vice presidente da Associação Angolana dos Antropólogos, enquanto Filipe Vidal é, além de antropólogo, historiador e professor de História de Artes, do Cearte- Complexo das Escolas de Artes.
Em colaboração com o Museu de Antropologia, a palestra faz parte das actividades para comemorar o 25 de Janeiro, dia da fundação da Cidade de Luanda.
No decorrer da actividade, vão actuar os cantores AG do Amor, Isabel de Jesus, Alfredo Agostinho e Ivandro da Costa. O grupo Abadá Capoeira também  actua, bem como o grupo de dança Semba Show.
A actividade prolonga-se até ás 15h00, e inclui uma visita guiada à exposição multidisciplinar de pintura, fotografia e escultura, patente desde o dia 11, que encerra a 2 de Fevereiro.
A mostra inclui ainda sessões de dança e teatro. Participam na exposição, patente na sala de exposição temporária do Museu Nacional de Antropologia,  nove pintores, três escultores e um fotógrafo. Durante a mostra actuam cinco cantores, cinco dançarinos e 22 capoeiristas.
Kaniaki Cultural é uma instituição com papel pedagógico, cívico, cultural e de responsabilidade social, vocacionada para belas artes, educação artística e ambiental, ensino geral e técnico-profissional, integração e reintegração social, dinamização e promoção cultural nas comunidades.

Tempo

Multimédia