Cultura

Valores morais inspiram peça do colectivo Renovadores

O colectivo de Artes Renovadores apresenta hoje, às 19h30, a peça de teatro Cuidado com a aparência, no Centro Cultural do Zango II, no Município de Viana.

Actores do grupo exibem dois espectáculos no Zango
Fotografia: Eduardo Pedro | Edições Novembro

De acordo com a sinopse, a peça aborda a vida de uma jovem que é obrigada pelo seu próprio progenitor a namorar com um jovem de que ninguém conhece as origens e as reais intenções.
O jovem António, que se apresenta como filho de um homem de posses, promete empregar Joaquim, pai da jovem Meury, caso ele obtenha o consentimento da filha.
Entre jogos de interesses e a perda de valores morais, a peça chama a atenção para algumas situações nos lares de famílias angolanas.
Com a duração de 45 minutos e interpretada por seis actores, de acordo com o encenador e director artístico do Colectivo de Artes Renovadores, Franklin Bravo “Kito”, a peça ajuda a tornar o convívio familiar mais harmonioso.
No domingo, à mesma hora e local, o grupo volta ao palcopara apresentar a peça Eu, minha namorada e o meu avô, que narra a história de um jovem que convida a sua namorada para passar uma temporada em sua casa, enquanto a mãe viaja de férias para o estrangeiro.

“Santos e pecadores”
O grupo Imbondeiro apresenta, amanhã, às 20h00, na Liga Africana, “Santos e pecadores”, um apelo à sociedade angolana, sobretudo aos jovens que levam uma vida amorosa de forma desregrada. O espectáculo é um drama repleto de traições, desonestidade, deslealdade, factos penosos muito presentes nos relacionamentos amorosos e que concorrem para a sua desestruturação.
A peça retrata a vida de Tânia, uma autêntica coleccionadora de amantes. Bela e atlética, a jovem mantém relações amorosas com diferentes homens, mas, a determinado momento, decide mudar de vida e aposta numa única relação séria, para num futuro próximo ter uma vida sossegada e casar-se.

Tempo

Multimédia