Cultura

Vencedor é anunciado na próxima quarta-feira

O anúncio público dos vencedores da oitava edição do concurso literário “Quem Me Dera Ser Onda”, uma iniciativa da União dos Escritores Angolanos (UEA), vai ser feito na quarta-feira, pelas 10h00, na sala de conferência da instituição.

A cerimónia tem a presença do patrono do concurso, o escritor Manuel Rui, de representantes da Fundação Sol, na qualidade de patrocinador oficial da iniciativa, do Ministério da Educação, parceiro do prémio literário, e do  júri.
O concurso tem o apadrinhamento do escritor Manuel Rui, e tem como finalidade estimular a criatividade literária das crianças e jovens dos 13 aos 17 anos de idade, no domínio da prosa de ficção, premiando as melhores obras que vierem a ser classificadas como tal. Com a experiência adquirida nas províncias de Luanda, Bengo, Malanje, Cuando Cubango e Cuanza-Norte, a UEA pretende expandir o concurso para todo o país de modo a estimular o gosto pela leitura e o poder criativo do grupo alvo do concurso.
Além do valor pecuniário oferecido pelo Banco Sol, a UEA responsabiliza-se pela edição, publicação e distribuição das obras vencedoras.
A história deo “Joaquim, o menino da aldeia”, escrita pelo estudante Afonso Luzingo, venceu a sétima edição do concurso nacional de literatura infantil “Quem Me Dera Ser Onda”. O autor, de 18 anos, do Zaire, estuda a 12.ª classe. O júri atribuiu a segunda posição ao texto “A vida de Victor”, de Santiago José António Cacala, de 17 anos, do Cuanza-Sul, enquanto a terceira posição foi atribuída ao texto “Nódoas da vida”, de Gildo Capingana João, de 17 anos, também do Cuanza-Sul.

Tempo

Multimédia