Vida de Angela Merkel chega ao cinema


21 de Março, 2015

Fotografia: Reuters

Uma produtora alemã anunciou ontem que está a preparar um filme sobre a vida da chanceler alemã Angela Merkel, obra que deve chegar aos cinemas em 2017, ano de eleições legislativas na Alemanha.

O filme biográfico, que pode intitular-se “Angela Merkel”, é fruto de uma co-produção internacional, anunciou a produtora alemã AVE Gesellschaft fur Fernsehproduktion mbH, num comunicado de imprensa.
A grande questão é quem vai desempenhar o papel de Merkel, de 60 anos, muitas vezes caracterizada como a mulher mais poderosa do mundo. A produtora afirmou ainda que não espera decidir nada sobre esta questão até ao final do ano.
O argumento foi escrito por Dirk Kurbjuweit, um jornalista do semanário alemão “Der Spiegel”, indicou o mesmo comunicado. Kurbjuweit “é um conhecedor do contexto político alemão e conhece muito bem a chanceler”, referiu Walid Nakschbandi, actual director da produtora AVE.
“Angela Merkel é fascinante e conhecida no mundo inteiro. Ela faz sensação. É tempo de passar a sua vida para o cinema para o público mundial”, acrescentou o responsável. Filha de um pastor luterano, Angela Merkel nasceu na Alemanha Ocidental, a 17 de Julho de 1954, mas pouco tempo depois a sua família partiu para Templin, na antiga República Democrática da Alemanha (RDA). A chanceler alemã é licenciada e doutorada em Física.
A edição francesa da revista especializada norte-americana “Vanity Fair” descreveu recentemente Merkel como um “animal político” e considerou a chanceler como a “mulher mais poderosa do mundo”.
A revista norte-americana caracterizou a chefe do Governo alemão como uma mulher fria e calculista, cujo único objectivo é manter-se no poder. “É a figura feminina da política mais excitante da época”, considerou o jornalista alemão e também responsável pelo argumento do filme, Dirk Kurbjuweit.
Para as eleições legislativas de 2017, os analistas antevêem uma quarta candidatura de Merkel, que foi eleita chanceler pela primeira vez em 2005. As mais recentes sondagens dão à líder do partido conservador União Democrata-Cristã (CDU) uma ampla vitória.

capa do dia

Get Adobe Flash player




ARTIGOS

MULTIMÉDIA