Cultura

“Vidrul Fotografia” no Espaço Luanda

A exposição colectiva da sexta edição da plataforma de fotografia experimental "Vidrul Fotografia", com mostra de obras dos fotógrafos angolanos Bruno Carlos, Chilala Moco, Jessé Manuel e Tucunaré é inaugurada amanhã,  às 18h00, no Espaço Luanda Arte (ELA), na Baixa de Luanda.

Dominick Maia Tanner, curador da mostra,  disse que nesta edição do "Vidrul Fotografia", se está   perante as propostas de quatros fotógrafos angolanos que nunca participaram nesta plataforma. "As quatro propostas aparentemente muito diferentes em técnica e mesmo em narrativa, mas que, seguramente revelam uma memória visual que retrata, resignifica e recontextualiza a acção social do olhar de cada", disse.
Nesse sentido, os quatro fotógrafos são actores sociais que, entre outras coisas, instrumentalizam o olhar recortando realidades estéticas num campo de percepção particular tornado público. Nestas quatro exposições, a fotografia e a memória tornam-se cada vez mais unidas, tecendo novas identidades, numa constante documentação, afirmação e celebração de "Angolanidade".
"Este ano tivemos mais de 21 candidatos ao "open call" em Março, o que representa a maior participação até hoje numa única edição do "Vidrul Fotografia", e significa que a fotografia está cada vez mais viva no plano nacional. Assim, a missão da Vidrul como mecenas em ajudar a fomentar a fotografia experimental nacional através do "Vidrul Fotografia" como projecto está a ser cada vez mais reconhecida, e está a ter cada vez mais resultados. Assim vivemos "Mais Angola!"", disse  Dominick Maia Tanner.
A exposição colectiva  "Mais Angola" fica patente no Espaço Luanda Arte até 16 de Agosto.

Tempo

Multimédia