Vozes d'África exibem peça no Huambo


27 de Abril, 2016

O colectivo de artes Vozes d’África exibiu, na segunda-feira, na cidade do Huambo, a peça de teatro “O senhor atrasado”, que aborda os conflitos decorrentes das relações interpessoais e da gestão de empresas.

Exibida em duas sessões, a exibição da peça insere-se nas comemorações do 4 e 14 de Abril, dias da Paz e da juventude angolana. Em declarações à Angop, no final do espectáculo, o director do colectivo de artes Vozes d’África disse que o espectáculo serviu para chamar a atenção dos funcionários jovens para a necessidade do exercício das suas funções dentro dos princípios da ética, da solidariedade e da competência.
Pascoal Pedro Nhanga referiu que a exibição do espectáculo de ficção visou  chamara a atenção sobre o comportamento de muitos cidadãos que na ânsia de atingir lugares de liderança põem em perigo a vida de familiares e colegas.
“Decidimos apresentar esta triagem de humor para fazer um apelo para a necessidade de colocar, a nível das instituições, as pessoas certas no lugar certo, com vista à reestruturação das empresas, e à racionalização dos recursos financeiros face à crise económica e financeira do país”, esclareceu o actor.
Vencedor da edição 2011 do Prémio Nacional de Cultura e Artes, na classe de teatro, o colectivo de artes Vozes d’África, fundado a 10 de Março de 1998, é integrado por 16 actores, com o objectivo de fazer renascer o teatro na província.
Conta no seu reportório com 30 peças de teatro, dentre as quais “Princípio de Dores”, “Makas São Makas e “Desabafo do Povo”.

capa do dia

Get Adobe Flash player




ARTIGOS

MULTIMÉDIA