Cultura

Webber Ndolo reafirma o apoio à candidatura

O director do Fundo para o Património Mundial Africano (FPMA), Webber Ndolo, reafirmou  em Luanda, o compromisso da instituição em apoiar o Governo angolano no processo de candidatura do Centro Histórico de Mbanza Kongo na lista do património da humanidade.

O responsável manifestou esta disponibilidade durante a audiência com a ministra da Cultura, Carolina Cerqueira, à margem da II reunião dos peritos africanos que decorreu de 12 a 15 deste mês na capital angolana.
Durante o encontro, Webber Ndolo adiantou que, com a elevação de Mbanza Kongo a património mundial da humanidade, aumenta o número de bens culturais em África protegidos pela Unesco.
Webber Ndolo solicitou à governante angolana para trabalhar numa outra lista para concorrer a património cultural da humanidade, apresentando o caso do Corredor do Kwanza. O responsável elogiou o nível de organização e profissionalismo de Angola em relação ao encontro dos peritos africanos.
Por seu turno, Carolina Cerqueira manifestou a sua satisfação pelo apoio do FPMA no que toca à candidatura de Mbanza Kongo.
A reunião contou com a participação de especialistas de Angola, Burkina Faso, Tanzânia, Zimbabwe, Tunísia e África do Sul, além de representantes do Fundo para o Património Mundial Africano.
O evento, que decorreu sob o lema “Juntos preservemos o património africano - um recurso para o desenvolvimento sustentável de África”, foi promovido através de uma parceria entre o Governo angolano e o FPMA.

Tempo

Multimédia