Yuri da Cunha realiza concerto em Luanda

Manuel Albano
7 de Julho, 2016

Fotografia: Santos Pedro

Yuri da Cunha é a figura de cartaz do terceiro espectáculo do projecto “Sextas das Recordações”, a ser realizado amanhã, a partir das 20h00, no complexo turístico  Weza Paradise, em Luanda.

Com um estilo musical muito próprio, marcado por ritmos angolanos, o artista vai apresentar, acompanhado da sua banda, um concerto, no qual a base rítmica é o semba e o kizomba preferencialmente.
No país desde ontem, proveniente de Portugal, Yuri da Cunha não deixa de somar êxitos desde que o tema “Makumba” o tornou conhecido do grande público.
A produção do espectáculo disse ontem, ao Jornal de Angola, que a actividade é de aproximadamente cinco horas, antecedida de um jantar. O concerto do músico enquadra-se numa digressão artística realizada desde finais do mês de Maio, por diversos países europeus.
A expansão e a promoção da música angolana, em particular do semba, disse a fonte, são o grande objectivo do vencedor de vários troféus musicais, com destaque para o prémio  Top dos Mais Queridos 2015.
O cantor e compositor vai interpretar sucessos produzidos ao longo da sua carreira, explorando temas dos discos “É tudo amor”, “Eu”, “Kuma kwa kié” e “O intérprete”, dos quais se destacam, nas suas actuações, sucessos como “Gago”, “Kuma kwa kie” e “Celina”.
Yuri da Cunha, artista que nasceu na cidade do Sumbe, província do Cuanza Sul, começou na música como cantor piô. Lançou o  seu primeiro CD “É tudo amor”, em 1999, e o segundo intitulado “Eu”, em 2005.
Em 2004, com a música Makumba, venceu o Top Rádio Luanda. É também o vencedor do prémio Rádio Luanda 2008, na categoria Kianda do Sucesso, pela quantidade de espectáculos realizados e reconhecimento da cultura. Em 2010, participou numa tournée do cantor Eros Ramazzotti, por diversos países europeus.
Para o gestor do espaço, o espectáculo é uma oportunidade de os promotores começarem a dar oportunidade a gerações distintas de explorarem e consolidarem as suas carreiras, tendo como enfoque aqueles cantores que apostam em estilos e ritmos nacionais.
“O reconhecimento que recebemos da sociedade é também fruto das apostas feitas na criação de programas culturais, que valorizem essencialmente as raízes tradicionais e o folclore nacional”, disse o gestor do complexo turístico.
Gaspar Neto adiantou ainda que o objectivo do espaço recreativo e cultural é juntar, o máximo possível, este ano, os músicos consagrados e os da nova geração, na tentativa de haver uma maior interacção e promoção da classe artística.
Com tradição na realização de actividades de culturais, o Complexo Turístico Weza Paradise foi distinguido, em 2011, pelo Ministério da Hotelaria e Turismo com um diploma de mérito, pelos seus feitos em prol da preservação, divulgação e promoção das artes e cultura.

capa do dia

Get Adobe Flash player




ARTIGOS

MULTIMÉDIA