Cultura

Zé Mix e Pedro Cabenha cantam sobre a pandemia

Manuel Albano

Os cantores Zé Mix e Pedro Cabenha, do estilo folclore, realizaram uma campanha de sensibilização às populações das mais variadas localidades de Icolo e Bengo, região de Luanda, sobre os risco da propagação da pandemia da Covid-19.

Zé Mix quer maior aposta dos jovens nos ritmos nacionais
Fotografia: DR

Num trabalho conjunto com a administração local, os músicos produziram uma canção sobre o novo coronavírus, na qual abordam a importância do cumprimento das medidas de segurança para se evitar a disseminação da pandemia nas localidades.

Em declarações, ontem, ao Jornal de Angola, o cantor Zé Mix explicou que o projecto serviu principalmente para despertar os cidadãos para o risco de se contrair a doença, pelo desrespeito constante da observância das medidas de protecção implementadas na Situação de Calamidade Pública, em vigor no país. Durante 15 dias, a iniciativa serviu, igualmente, para se fazer a distribuição de máscaras e produtos de higienização.

Depois desta primeira experiência, que teve início na primeira quinzena de Junho, Pedro Cabenha garantiu a continuidade do programa nos próximos tempos, num trabalho conjunto com a administração de Icolo e Bengo na sensibilização das populações. “Temos o compromisso de voltar a essas localidades porque sentimos a necessidade de se continuar o reforço dos apelos sobre a importância do cumprimento das medidas de segurança para se evitar a propagação da Covid-19, bem como o reforço na distribuição de material de biossegurança”, alertou o cantor.

O projecto conta com o apoio do Resort Mazosso, que já disponibilizou o espaço e logística para a realização de uma Live solidária com Zé Mix, Pedro Cabenha, Pack dos Santos e Luís Lau, cujas receitas vão se reverter para as populações mais necessitadas de Icolo e Bengo.

Tempo

Multimédia