Zé Mix quer mais empenho da nova geração de artistas

Manuel Albano |
17 de Março, 2016

Fotografia: Paulino Damião

Os artistas da nova geração devem apostar mais nos estilos musicais nacionais e nos conteúdos das composições, por forma a conquistarem os mercados internacionais, afirmou ontem em Luanda Zé Mix, vencedor da categoria folclore do Top Rádio Luanda edição 2015.

Em declarações ao Jornal de Angola, o músico, que está a preparar uma digressão por várias províncias do país no sentido de promover o seu primeiro disco “Kutoala”, elogiou as inovações tecnológicas registadas no mercado discográfico nos últimos anos.
Zé Mix aconselhou  os artistas, particularmente os jovens, a comporem temas que promovam os valores morais e cívicos na sociedade. “Precisamos de produzir letras construtivas que ajudem a encaminhar a juventude para práticas e comportamentos positivos”.
O músico disse que já está a preparar a digressão às províncias do Cuanza Norte, Bengo e Malanje, onde vai realizar sessões de venda e assinatura de autógrafos do seu primeiro disco, que conta com 12 temas de kilapanga, boleiro e semba. José Domingos Adão Jorge, seu nome de registo, Zé Mix, como é carinhosamente tratado nas lides musicais, nasceu em Icolo e Bengo, na localidade de Kingongo, em 1965. O nome artístico surge da junção de José e Mixinge, este último da parte materna.
Em 1977, segue para o município do Wak  Kungo, província do Cuanza Sul, onde em companhia dos seus pais fixou residência. Depois de concluir o ensino secundário, em 1982, começa a sua carreira, dando os seus primeiros passos a aprender a tocar guitarra. Foi com o guitarrista Basto, antigo integrante do agrupamento “Os Kwanzas”, que começou a aperfeiçoar os seus dotes artísticos.

capa do dia

Get Adobe Flash player




ARTIGOS

MULTIMÉDIA