Desporto

1º de Agosto faz ensaio final para o confronto

António de Brito

À procura da sexta vitória caseira, para continuar a liderar a prova, a equipa do 1º de Agosto, tetracampeã nacional, realiza o derradeiro treino, hoje, às 8h30, no Estádio França “N'dalu”, visando o jogo de amanhã frente à Académica do Lobito, às 16h00, no Estádio Nacional 11 de Novembro, para acerto e encerramento da 13ª jornada do Campeonato Nacional de Futebol da I Divisão, Girabola'2019/20.

“Militares” afinam pontaria para ‘bombardear’ os “estudantes”
Fotografia: Paulo Mulaza | Edições Novembro

Nesta sessão de treino, o técnico Dragan Jovic vai incidir os trabalhos na melhoria dos aspectos físicos e nos sistemas de jogo a adoptar diante dos “estudantes” lobitangas, com o objectivo de permanecer no trilho dos triunfos.
Para o desafio com a Académica, o bósnio está com três contrariedades no plantel, casos de Nelson da Luz, Paizo e Macaia, entregues ao Departamento Médico.
Nelson da Luz recupera de lesão na virilha, Paizo padece de distenção muscular, e Macaia está com inflamação no joelho direito, lesão contraída num dos treinos no Cairo, onde a equipa defrontou o Zamalek do Egipto, para a Liga dos Clubes Campeões.
Apesar das três baixas, Dragan Jovic trabalha uma equipa motivada, que pretende vencer a Académica do Lobito, e fazer esquecer a derrota diante da formação egípcia há oito dias, como salienta o treinador-adjunto Ivo Traça.
“Não nos passa pela cabeça outro resultado, que não seja a conquista dos três pontos. O Petro de Luanda se vencer amanhã (hoje) o Recreativo do Libolo assume à condição à liderança do campeonato. Por isso, temos a obrigação de ganhar à Académica, para manter o comando da prova”, garantiu ao Jornal de Angola.
Quanto ao adversário, o adjunto de Dragan Jovic referiu que é uma equipa a respeitar, porque está a realizar uma excelente campanha no campeonato.”Penso que será um jogo difícil. Normalmente, as equipas pequenas transfiguram-se com o 1º de Agosto. Jogamos em casa e temos o dever de vencer o desafio, com base na humildade e no respeito pelos adversários”, sublinhou Ivo Traça.
Na condição de visitado, o 1º de Agosto só perdeu para o arqui-rival Petro de Luanda, por 0-2. Marcou 12 golos e sofreu apenas três.” Doravante, esperamos não perder qualquer jogo. As vitórias em casa são fundamentais, tendo em conta os objectivos da equipa, que passam pela revalidação do título”, concluiu.

Tempo

Multimédia