Desporto

1º de Agosto pode alargar a vantagem

António Cristóvão

O 1º de Agosto, líder do Girabola'2019/2020, com 41 pontos, recebe, hoje, às 17h00, o Santa Rita de Cássia, "lanterna vermelha" da prova, com 12, no Estádio Nacional 11 de Novembro, em Luanda, em jogo pontuável para a sequência da 20ª jornada, que encerra amanhã com o desafio entre Sporting e Progresso Sambizanga, em Cabinda.

A equipa militar do Rio Seco tem de vencer o Santa Rita de Cássia para cimentar liderança
Fotografia: Agostinho Narcíso | Edições NovembroEdições Novembro

Este desafio foi remarcado pela Federação Angolana de Futebol (FAF), por solicitação dos "sambilas" que se deslocam apenas amanhã para a cidade de Cabinda, onde jogam com os "Leões" locais, às 15h00, no Estádio Municipal do Tafe.
No encontro de maior realce, a equipa do Rio Seco, que assume, teoricamente, o favoritismo devido à sua condição de tetra-campeão nacional e anfitrião, encara um adversário sedento de pontos, que está na última posição, mas que veio no máximo da sua força à capital, com o intuito de surpreender.
Se quiser vencer, o 1º de Agosto tem de se aplicar a fundo porque vai encarar um adversário moralizado e com um novo corpo técnico que pretende começar com um triunfo no comando da equipa. Na primeira volta, o conjunto do Rio Seco derrotou o adversário, por 4-1, no Estádio Municipal 4 de Janeiro, na cidade do Uíge.
Noutro desafio da jorna-da, o FC Bravos do Maquis de-
fronta o Recreativo da Caála, às 15h00, no Estádio Johones Kufune "Mundunduleno", na cidade do Luena.
Na abertura da jornada, ontem, o Petro de Luanda venceu o Ferrovia do Huambo, por 2-0, no Estádio Nacional 11 de Novembro, no Distrito Urbano do Kilamba Kiaxi.
Yano e Jacques Tuyisenge marcaram os golos da vitória dos tricolores na sequência de duas desatenções defensivas do adversário, na primeira parte do desafio. Na etapa complementar, a equipa do Eixo Viário procurou dilatar o resultado, mas com o "puxão de orelhas" do técnico João Pintar o Ferrovia mostrou-se mais consistente no sector defensivo depois de ter permitido os dois tentos dos tricolores.
Na vila de Calulo, o Recreativo do Libolo e o Sagrada Esperança empataram sem golos, num desafio em que as equipas foram bastante perdulárias devido às excelentes exibições dos sectores defensivos, com realce para os guarda-redes.
Resultado idêntico registou-se no desafio entre Académica do Lobito e Desportivo da Huíla no Estádio do Buraco, em Benguela. Com este resultado, os "estudantes" não conseguiram desforrar-se da derrota (0-1) da primeira volta no Lubango.
Depois da derrota passada, diante do Recreativo da Caála, no Huambo, o Interclube empatou sem golos com o Cuando Cubango FC, no Estádio 22 de Junho, no bairro Rocha Pinto.

Tempo

Multimédia